Mário Fonseca defende ampliar participação social em Campo Grande

Foto: Arquivo

O pré-candidato pelo PCdoB à prefeitura de Campo Grande, Mário Fonseca, publicou nesta sexta-feira (29), em suas redes sociais, uma carta aos moradores da capital do Mato Grosso do Sul. Nela, defendeu ampliar a democracia direta e a participação popular na cidade.

Mário, que é advogado e morador do bairro Jardim Santa Emília, registrou que isto seria possível, por exemplo, criando meios presenciais – para quando acabar a pandemia do novo coronavírus – e virtuais para que a comunidade opine sobre a gestão da cidade. Outro caminho seria o fortalecimento dos Conselhos Municipais, dando maior peso às suas deliberações e reforçando a presença da sociedade civil.

Ele argumenta que ampliar a participação social é defender que se cumpra a Constituição de 1988 e que é possível fazê-lo sem “atropelar as atribuições legítimas dos representantes eleitos”.

Transparência

Um dos pontos defendidos por Mário Fonseca é a radicalização da transparência. Ele acredita que a comunidade deve fiscalizar as obras públicas, da contratação à execução.

“Longe de usurpar, isso subsidiará a atribuição fiscalizadora do legislativo, o controle interno da gestão e eventuais investigações de crimes pelos órgãos competentes”, pontuou.

“O direito à cidade não é apenas o direito de usufruir do que ela nos oferece, mas acima de tudo o direito de participar ativamente de sua transformação, de sua humanização”, defendeu.

Coronavírus

O pré-candidato a prefeito pelo PCdoB afirmou também que é preciso combater a covid-19 – fazendo isolamento social, sempre que possível -, defendendo o SUS e atuando para minimizar danos econômicos e sociais decorrentes desta pandemia.

“Tudo isso exige atenção e responsabilidade de todos, dos agentes públicos às famílias. No entanto, não podemos deixar de pensar que tipo de cidade queremos depois que tudo isso passar. E que passemos bem ou com menos perdas humanas possíveis”, destacou.

Opine e siga Mário Fonseca nas redes sociais.

SAIBA MAIS
Mário Fonseca: Brasil tem pressa para investigar indústria de fakes
PCdoB lança Movimento 5 e presenta pré-candidato em Campo Grande
Iara Gutierrez do PCdoB-MS: “Queremos enraizar o PCdoB nos municípios”