Flávio Dino critica militarismo no governo Bolsonaro

"Não temos o direito, a essa altura, de fracassar nessa missão de deter o fascismo", diz Flávio Dino. Foto: reprodução

Em entrevista nesta quarta-feira (23) ao programa Tertúlia, do jornalista Fábio Pannunzio, veiculado pelas redes sociais, o governador do Maranhão, Flávio Dino, do PCdoB, falou, entre outras questões, sobre o militarismo no governo Bolsonaro e a necessidade de união da esquerda e setores progressistas para derrotar o fascismo.

“Por que eles estão reequipando as Forças Armadas? Por que eles estão colonizando os espaços públicos, os serviços públicos, com militares, o tempo inteiro?”, questionou. “Esse militarismo no serviço público civil talvez nem da ditadura existisse. Ora, isso é uma ameaça concreta”, completou.

O governador destacou ainda que “não temos o direito, a essa altura, de fracassar nessa missão de deter o fascismo”. E apontou: “eu acredito sim que a gente vai conseguir. É em zigue-zague, o processo histórico não é linear. As coisas não se encaixam tão racionalmente como nós gostaríamos, mas vão se arrumando, para que, pelo menos no segundo turno de 2022 não aconteça o que aconteceu em 2018”.

 

Confira este trecho da entrevista.

Para ver a entrevista completa, clique aqui.

 

Por Priscila Lobregatte