Entidades destacam exemplo de luta e militância de Vital Nolasco

Foto: reprodução

Entidades dos movimentos sociais e sindical externaram seu pesar pela perda do dirigente histórico do PCdoB, Vital Nolasco, falecido nesta quarta-feira (19). Em notas e declarações, destacaram a importância do comunista nas lutas sindicais e sociais do povo brasileiro.

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) emitiu nota em que  aponta: “Exemplo na militância política, Nolasco deixa um legado que influenciou e segue inspirando gerações, sendo um verdadeiro exemplo de fidelidade às lutas da classe trabalhadora. Mineiro de Belo Horizonte (MG), descendente de escravizados e indígenas, ele nasceu em 16 de dezembro de 1946”.

A União de Negros e Negras pela Igualdade (Unegro) enfatizou que Vital foi um “grande lutador negro, destacado sindicalista metalúrgico e abnegado dirigente comunista”. A entidade acrescentou relato do seu vice-presidente Edson França: “Vital foi muito importante para o surgimento e consolidação da UNEGRO em São Paulo, seu gabinete era nossa “sede”, onde todas as quartas-feiras à noite nos reuníamos, invariavelmente com sua presença. Foi um ponto de referência de todo movimento negro paulista, porta aberta a diversidade de líderes e instituições que atuava em São Paulo”. Ele concluiu dizendo que Vital inaugurou no Brasil “um mandato que colocou o combate contra o racismo num patamar elevado. Perdemos um líder histórico.”

Em postagem nas redes sociais, a União da Juventude Socialista (UJS) colocou: “Hoje perdemos Vital Nolasco, militante histórico do PCdoB. Ex-vereador de São Paulo, participou da reorganização do partido e resistiu bravamente a ditadura militar. Vital é mais um dos comunistas que entram na galeria dos que sempre serão lembrados como exemplo de vida e luta. Jamais será esquecido!”.

O Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul e Região destacou: “Vital dedicou uma vida inteira na luta em defesa dos direitos dos trabalhadores e por um país mais justo e desenvolvido. Atuou no Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, sendo liderança em diversos momentos decisivos da luta sindical”.

Conforme nota do Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares de São Paulo, Grande São Paulo e zona postal de Sorocaba (Sintect-SP), “Vital Nolasco sempre foi um guerreiro, defensor incansável dos direitos dos trabalhadores dos Correios, participou ativamente no último ano da campanha nacional dos ecetistas onde barrou a votação do PL 591. Sua história está registrada de um grande militante das causas trabalhistas, cheio de sonhos e com forte atuação política”.

O comunista também foi homenageado pelo Sindicato dos Bancários de Sergipe (SEEB-SE), que enviou seu pesar à direção do PCdoB, salientando a trajetória de lutas do líder comunista.

Leia também:

CTB e Fitmetal: Vital Nolasco, um operário e um sindicalista exemplar

Metalúrgicos SP: nota de pesar pelo falecimento de Vital Nolasco

Lideranças ressaltam a importância de Nolasco nas lutas do povo

Luciana lamenta morte de Vital, líder “de visão e de grandes lutas”

Por Priscila Lobregatte