CDH aprova pedido de Vanessa sobre diligência em prisão de Lula

Crédito da Foto: Reprodução

A Comissão de Direitos Humanos do Senado aprovou o requerimento da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) nesta quarta-feira (11), para a realização de uma diligência até a carceragem da Polícia Federal de Curitiba para verificar as condições das instalações onde o ex-presidente Lula está recolhido.

Vanessa Grazziotin repudiou a decisão da juíza federal da Vara de Execução Penal de Curitiba, Carolina Lebbos, de proibir a visita de um grupo de nove governadores e três senadores ao ex-presidente Lula nesta terça-feira (10). “Ela [juíza] contraria frontalmente a Lei de Execuções Penais. O mais grave dessa proibição é que a determinação e autorização para visita só alcança os advogados e parentes. A legislação é clara: companheiras, esposa, cônjuge e amigos. Ela proibiu sem nenhuma base”.

A senadora também falou sobre as ameaças que o ex-presidente sofreu em seu translado de São Paulo para Curitiba. “O mundo ouviu alguém do tráfico aéreo, que presta serviço ao Estado brasileiro, falar: Leva e não traz nunca mais. No mínimo, esperávamos que o Ministro da Defesa ou a Força Aérea abrissem um inquérito, mas eles apenas lançaram uma nota dizendo que não sabem de quem são as vozes”.

“É muito grave o que estamos vivendo no país. Não é uma luta de senadores ou de partidos, tem que ser uma luta institucional do Senado federal. O que está sendo ferido não é apenas o direito de uma pessoa, mas da própria ordem do Estado Democrático de Direito”, explicou Vanessa.

 

Confira na íntegra: