Nota do PCdoB-RJ sobre aliança com PT

Aliança para salvar o Rio

O PCdoB batalhou até o último momento pela unidade das forças progressistas e democráticas no Brasil, e dentro do cenário possível em um momento tão difícil do país, consideramos importante o desfecho que redundou na aliança nacional encabeçada pelo PT e PCdoB, fechada na noite de ontem.

Participamos do conjunto de debate e com coerência definimos também a chapa da coligação para o governo do Rio de Janeiro. Marcia Tiburi (PT), terá como vice Leonardo Giordano (PCdoB). Leonardo cumpriu um importante papel enquanto pré-candidato ao governo pelo PCdoB, apresentando a questão do emprego e retomada do desenvolvimento como central do programa. Agora Leonardo Giordano cumpre o desafio de fazer campanha ao lado de Marcia Tiburi, e levará para a chapa o programa dos comunistas, debatendo a centralidade das propostas relacionadas a retomada do desenvolvimento e geração de emprego no Rio de Janeiro.

Completa a chapa ainda a pré-candidatura do petista Lindbergh Farias, que concorre à reeleição ao Senado. Nacionalmente, a chapa será palanque para Luis Inácio Lula da Silva à presidência, representado e podendo ser substituído por Fernando Haddad, e Manuela D’Ávila (PCdoB) como vice.

A chapa Márcia Tiburi-Leonardo Giordano é a principal candidatura progressista ao governo do RJ, com apoio dos maiores movimentos sociais do estado, e o PCdoB colocará no centro a questão do trabalho, do desenvolvimento, do emprego e da renda.