Palavra da presidenta

Luciana Santos: Protagonismo feminino e unidade política no Conune

A presidenta nacional do PCdoB, deputada Luciana Santos saudou o protagonismo das mulheres e a unidade política demonstrados no 55º Congresso da UNE, realizado no último fim de semana, em BH. Para a dirigente, o maior encontro de estudantes universitários do país pode, inclusive, expressar uma grande mobilização na paralisação convocada pelos movimentos sindicais para o 30 de junho, dia da greve geral no país. Luciana Santos lembrou ainda das metas e prazos da campanha de estruturação partidária e convocou todos os militantes para colaborarem com o recadastramento virtual. A primeira fase da campanha termina no dia 30 de junho. CLIQUE NO LINK E ASSISTA A ÍNTEGRA DO VÍDEO

Luciana Santos: PCdoB continua na luta para construir ampla aliança

A presidenta nacional do PCdoB, deputada Luciana Santos ressalta a continuidade da luta pela construção de ampla aliança para derrotar governo Temer e sua agenda ultraliberal. Para a dirigente, as mobilizações por eleições diretas ganham força. “Nós do PCdoB, estaremos na linha de frente dessa luta, empunhando nossas bandeiras e fortalecendo a organização popular em defesa de um Brasil soberano, com desenvolvimento e justiça social”. CLIQUE NO LINK PARA ASSISTIR A ÍNTEGRA O VÍDEO

Luciana Santos: Apontar caminho de unidade, defender projeto nacional

A presidenta nacional do PCdoB, Luciana Santos alerta os comunistas sobre "o estado permanente de instabilidade e imprevisibilidade em que atravessa o Brasil". Para sair dessa crise, disse Luciana, deve-se aproveitar as novas possibilidades para a luta política, como a devolução do poder do voto ao povo. “Precisamos reunir todos os setores da sociedade apontando o caminho da unidade como bandeira da esperança do povo, defendendo um projeto nacional, popular e democrático. Esta é a nossa principal tarefa política na atualidade".   CLIQUE NA IMAGEM E ASSISTA!

Luciana Santos: Organizar e participar das mobilizações pelas Diretas Já

Em vídeo de orientação aos comunistas, a presidenta nacional do PCdoB, deputada Luciana Santos destaca a importância da formação da "Frente Parlamentar Mista pelas Diretas Já" em que o PCdoB e mais cinco partidos criaram na última segunda-feira (29).  A dirigente lembrou ainda da agenda unificada das centrais que convocam greve geral como tentativa de barrar as reformas trabalhista e previdenciária propostas pelo governo Temer. “Vamos para as ruas. Para as redes sociais. No Parlamento. Defender o poder do voto”, conclama.

Luciana Santos: Derrotar governo Temer e sua agenda ultraliberal

A presidenta do PCdoB, Luciana Santos, ressalta, em vídeo, que o governo ilegítimo de Temer provocou retrocessos de décadas no Brasil com sua agenda antinacional e antipovo. Por isso, o objetivo das forças democráticas e populares devem ser “não só derrotar o presidente ilegítimo, mas toda a agenda ultraliberal que ele representa”. No vídeo institucional que foi ao ar nesta sexta-feira (26), a dirigente comunista destacou ainda que o poder das ruas vai ser determinante para pressionar o congresso na aprovação de eleições diretas.

Luciana Santos: É preciso dar ao povo a oportunidade de se decidir

A presidenta nacional do PCdoB, Luciana Santos defendeu "Diretas Já" em pronunciamento nesta quinta-feira (18), após o agravamento da crise política no país com as denúncias de envolvimento do presidente ilegítimo com propina. "Este é um fato gravíssimo e prova que este governo não tem condições políticas e morais para continuar." Para a dirigente, quem deve se pronunciar é o povo. "É preciso dar ao povo a oportunidade de se decidir!"

Luciana Santos: Um PCdoB forte, organizado e atuante, está em nossas mãos!

  A presidenta do PCdoB, Luciana Santos destaca em vídeo institucional que foi ao ar nesta quarta-feira (17) que a maioria da população é contra as reformas propostas pelo governo ilegítimo e que é preciso aproveitar a “conscientização política e a mobilização do povo” para barrar essa agenda ultraliberal. “Não podemos nos intimidar!”. A dirigente orienta os comunistas a colocar em prática a ação planejada . “Como marca de um partido ousado e de vanguarda, o PCdoB entra na era digital”, assim, a presidenta do PCdoB trata dos instrumentos de propaganda e agitação do Partido, como o Aplicativo, o novo Site e A Classe Operária. “Precisamos de um PCdoB forte, organizado e atuante. Está em nossas mãos!”  

Luciana Santos: Nos somamos a este grande apoio ao ex-presidente Lula

Nesta quarta-feira (10), a presidenta nacional do PCdoB, Luciana Santos, destacou a mobilização da militância em solidariedade ao ex-presidente Lula em Curitiba. Para a dirigente, esse ato ganha relevância não só pela defesa do Lula, mas pela defesa “da isenção e legalidade do seu julgamento, pela garantia do seu direito à ampla defesa com base nos fatos e não nas convicções de seus julgadores”.   “O que está em jogo no depoimento do ex-presidente Lula é o direito à presunção de inocência que protege qualquer cidadão acusado em um procedimento judicial”, destacou. A presidenta do PCdoB orienta os comunistas que a centralidade da luta neste momento “deve ser de fortalecimento do campo democrático e popular para barrar as reformas impostas pela agenda ultraliberal do governo Temer e seus aliados”. Luciana ressaltou ainda que “o PCdoB defende a união de ...

Luciana: A tarefa é conscientizar o povo da luta pelos seus direitos

A presidenta nacional do PCdoB, deputada Luciana Santos, comemora a articulação das forças democráticas, dos movimentos sindicais e sociais na mobilização da greve geral e das manifestações do dia 28. No vídeo institucional, a dirigente comunista diz que a tarefa fundamental dos comunistas é conscientizar o povo na luta pelos seus direitos e conclamou a todos pelo enfrentamento das propostas de “reformas” comandadas pelo governo golpista de Temer.

Luciana Santos: Contra a reforma trabalhista é preciso mobilização

A presidenta nacional do PCdoB, deputada Luciana Santos destaca, em vídeo institucional, no dia 19 de abril, como as mudanças na lei trabalhista, proposta pelo governo Temer, são nocivas à classe trabalhadora. “O governo Temer tenta agilizar a proposta de reforma trabalhista que acaba com os direitos dos trabalhadores e favorece os patrões”. Para a dirigente, é preciso uma grande mobilização dos mais amplos setores da sociedade para barrar os retrocessos que emanam por aí.