Walter: pandemia e questões imediatas devem prevalecer nas eleições

Foto: reprodução

No programa Roda de Conversa, do jornalista Osvaldo Bertolino, veiculado nesta terça-feira (15) pelas redes sociais do PCdoB, o vice-presidente nacional do partido, Walter Sorrentino, falou sobre as eleições deste ano e o contexto nacional.

“O Brasil está num impasse, à deriva. Não só não tem projeto como está destruindo as bases do futuro projeto com o governo Bolsonaro”, disse. Walter avalia que “existe uma espécie de crise de hegemonia: ninguém consegue apresentar, à sociedade, um novo consenso. É uma sociedade polarizada”, avalia. 

Para o dirigente, no atual cenário, para além do sentido de cidades melhores, “vai predominar o que é mais imediato: a pandemia, a ajuda emergencial, o emprego e a renda”.

O vice-presidente avalia que esta não deverá ser uma eleição predominantemente mudancista, do ponto de vista dos atuais administradores, e explicou que “não vai criar um quadro político substancialmente diferente”, além de ser uma eleição em que “a esquerda ainda não se recuperará da perda de confiança de parcelas substanciais do povo”. 

Confira:

 

RODA DE CONVERSA – Walter Sorrentino: as eleições municipais contra o bolsonarismo

Disputas nos municípios traduzem projetos para o país.

Posted by PCdoB – Partido Comunista do Brasil on Tuesday, September 15, 2020

 

Por Priscila Lobregatte