Socialismo na nova era, garantia da realização do sonho chinês

Na presença de dezenas de milhares de pessoas, com uma juventude vibrante entoando hinos revolucionários, com elevado espírito patriótico, legítimo orgulho e o coração e a mente repletos de convicções sobre a justiça da ideologia e da política do Partido Comunista da China (PCCh), realizou-se no dia 1º de Julho na Praça de Tiananmen, em Pequim, o ato comemorativo do centenário de fundação do Partido Comunista da China (PCCh).

Por José Reinaldo Carvalho (*)

O momento mais marcante foi quando o secretário-geral do Partido e presidente da República, Xi Jinping, fez um discurso em nome do Comitê Central. Foi um pronunciamento memorável, em que o líder chinês mais uma vez demonstrou sua profunda ligação com as aspirações do povo, seu apego à independência da China, sua visão de longo prazo e a inabalável ideologia comunista.

Xi Jinping enalteceu os feitos históricos do Partido e projetou um futuro de maiores vitórias, com a certeza de que somente o socialismo foi capaz de salvar a China das trágicas humilhações do passado, e somente o socialismo com características chinesas na nova era é e será capaz de lançar a China em novos patamares em seu desenvolvimento histórico.

O líder máximo do PCCh defendeu a herança dos grandes líderes históricos, como Mao Zedong, Deng Xiaoping, Jiang Zemin e, do seu antecessor, Hu Jintao, de geração mais recente. É com base nesse legado que o secretário-geral do PCCh reitera o seu pensamento-guia do socialismo com características chinesas da nova era, que é a infalível bússola orientadora do povo chinês na busca da realização do seu sonho de revitalização nacional.

O pronunciamento de Xi Jinping resgata as melhores virtudes dos comunistas chineses, da nação chinesa e do grande povo chinês, que desde o histórico 1º de Julho de 1921 percorreu o longo e árduo caminho, de etapa em etapa, em que superou as humilhações a que foi submetido no passado, até chegar aos dias atuais de impetuoso progresso.

Ficarão marcados na história da China e como uma lição para o mundo os sábios conceitos emitidos por Xi Jinping nesse discurso histórico em que renovou o compromisso de que os mais de 95 milhões de membros do PCCh se manterão fieis à aspiração original e ao compromisso original que justificaram a fundação do Partido há 100 anos.

É notável o balanço de conquistas da trajetória dos comunistas apresentado pelo líder chinês. O PCCh resistiu à prova da história, enfrentando todos os desafios, tornando-se capaz de dirigir o povo chinês na conquista da independência, no triunfo da revolução, no soerguimento do poder popular, na construção das bases do socialismo, na reforma e abertura, na construção do socialismo com características chinesas e no ingresso desse socialismo na Nova Era.

Em todas essas etapas, o PCCh manteve e consolidou o compromisso de colocar o povo em primeiro lugar, princípio fundamental do socialismo. Assim, o povo chinês tornou-se o dono do país e o senhor do seu próprio destino. No exercício do poder político desde o triunfo da revolução, o PCCh criou um sistema voltado para atender às demandas do povo chinês e fortalecer a nação.

O pronunciamento de Xi Jinping é revelador também da capacidade de autorrenovação do Partido, de ser original, de realizar na prática a sua missão histórica, sob o pensamento guia do marxismo, adaptando-o à realidade nacional e às condições próprias da revolução chinesa e da construção do socialismo com as peculiaridades que esta sociedade possui.

São admiráveis as conquistas: sob a direção do PCCh, a China venceu a fome, liquidou a pobreza extrema, promoveu o desenvolvimento econômico, realizou um verdadeiro milagre econômico e realiza o milagre da modernização socialista.

O mundo acolheu o pronunciamento do líder máximo do PCCh na celebração do centenário como uma mensagem de paz. Cada vez mais cresce o número de pessoas, países e organizações políticas que compreendem que o desenvolvimento da China é benéfico para todas as nações e povos. O discurso de Xi Jinping é um compromisso com a paz e a estabilidade do mundo, que será sempre grato por sua proposta de construir um futuro de desenvolvimento compartilhado por toda a humanidade.

O PCCh é, por isso, respeitado e admirado pelas forças progressistas e os povos amantes da paz, da liberdade, da autodeterminação e do desenvolvimento.

Ao mesmo tempo, o secretário-geral do PCCh deixou claro que a China nunca mais será humilhada, intimidada, oprimida e subjugada.

Todas essas convicções expressas por Xi Jinping em seu discurso demonstram que o PCCh é um partido invencível, o que torna a China invencível também. Tudo isso faz com que o povo confie no Partido Comunista da China e adira firmemente à sua direção, confiança que se projeta para o futuro porque o PCCh se credenciou com sua experiência centenária a continuar realizando sua missão histórica.

 

(*) Jornalista, editor do sítio Resistência.cc, membro do Comitê Central e da Comissão Política do PCdoB e secretário-geral do Cebrapaz

 

Este artigo foi publicado originalmente na Rádio Internacional da China