Sem prestígio: Biden se ausenta durante discurso de Bolsonaro

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, ocupou um dos últimos lugares na lista de oradores durante a Cúpula do Clima, cujo anfitrião é o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. Além disso, Biden não estava presente enquanto Bolsonaro discursava. Segundo o colunista Jamil Chade, do UOL, o presidente dos EUA tinha ido à Sala Oval receber informações de inteligência.

O jornalista listou que, antes de Jair Bolsonaro, discursaram o próprio Biden, o líder chinês Xi Jinping, e os representantes da França, Rússia, Alemanha, Itália, Ilhas Marshall, Bangladesh, Indonésia, Reino Unido, África do Sul e outros.

Vale lembrar que o Brasil se destacava e costumava liderar as negociações sobre mudanças climáticas em âmbito internacional.

Jamil Chade, correspondente na Europa com larga experiência em cobertura diplomática, observou que a posição do chefe de Estado brasileiro como um dos últimos a falar tem um significado importante.

“Na diplomacia, cada gesto, lista, posição e sinalização conta e representa uma mensagem política. Nada é por acaso. O Brasil não estar entre os primeiros a discursar na Cúpula do Clima é um desses sinais escancarados da diplomacia mundial”, postou em sua conta no Twitter.