Renildo Calheiros defende emprego e vacinação no Primeiro de Maio

Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Às vésperas do Primeiro de Maio, Dia Internacional dos Trabalhadores, o líder do PCdoB na Câmara, deputado federal Renildo Calheiros (PE) se manifestou em apoio à luta da classe trabalhadora por direitos no contexto de crise, desemprego, aumento da pobreza e perdas diversas impostas pelo desastroso governo de Jair Bolsonaro e pelos reflexos da pandemia.

“Estamos juntos, mobilizados pela vida, pela democracia, pelo emprego e pelas vacinas para todos”, declarou Renildo nesta quinta-feira (29).

O parlamentar destacou que “a gestão perversa do governo Bolsonaro agravou os efeitos arrasadores da pandemia do coronavírus na vida dos trabalhadores. Hoje um dos maiores desafios é combatermos o desemprego e o empobrecimento crescente das famílias”.

O Brasil, disse Renildo, “deve se tornar o 14º país com maior taxa de desemprego do mundo em 2021, conforme especialistas. As taxas recordes mostram que há mais de 14 milhões de desempregados, o que é inaceitável”.

O deputado salientou ainda que “nós, da bancada do PCdoB, estamos fazendo o máximo esforço para aprovarmos políticas públicas no Congresso Nacional e assim revertermos essa situação. Uma das medidas apresentadas foi o Projeto de Lei 463/2021, que retoma o auxílio emergencial de R$ 600 para todos os beneficiados em 2021 até o final da pandemia”.

O Dia Internacional dos Trabalhadores, colocou Renildo, “é uma oportunidade de comemorarmos conquistas históricas garantidas pelo povo nas últimas décadas no Brasil. É momento também de renovarmos nossa energia contra retrocessos e em defesa da preservação de direitos, que são cada vez mais retirados em nosso país”.

 

Por Priscila Lobregatte
Com informações do PCdoB na Câmara