Renildo Calheiros: crime cometido pela polícia não pode ficar impune

Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados

O líder do PCdoB na Câmara, deputado federal Renildo Calheiros (PE) manifestou, nesta sexta-feira (7) sua indignação diante do assassinato de 25 pessoas durante operação policial na comunidade do Jacarezinho, no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (6).

“Nosso luto parece não ter fim. Lamentamos as 25 mortes na comunidade do Jacarezinho, no Rio. No Brasil, mulheres e homens trabalhadores, adolescentes e crianças perdem a vida para a violência cotidiana”, disse Renildo pelas redes sociais.

Renildo classificou a chacina como “inaceitável” e destacou: “São 25 brasileiros assassinados por aqueles que deveriam protegê-los. O crime cometido pela polícia não pode ficar impune. O assassinato não pode ser banalizado”.

Por Priscila Lobregatte