PCdoB e PT negociam coligação em Santarém para as eleições de 2020

Reunião entre os dirigentes do PT e do PCdoB em Santarém, no Pará

Foto: divulgação

Dirigentes do PCdoB iniciaram nesta quinta-feira (2) as conversações com lideranças do PT visando compor uma aliança para a disputa pela Prefeitura de Santarém em 2020.

O dirigente estadual do PCdoB, Jota Ninos, foi recebido na sede do PT pelo presidente do Partido dos Trabalhadores local, Everaldo Martins Filho e pelo dirigente Juca Pimentel. Por conta das medidas de isolamento, não foi possível fazer uma reunião mais ampla e foram tomados os cuidados necessários para o contato entre os líderes partidários.

O dirigente comunista informou que em recente debate dos filiados do partido, sob a coordenação do presidente local, Narciso Senna, foi definido que a legenda deve manter diálogo para a formação de uma frente de centro esquerda. Na avaliação do grupo, o nome de Maria do Carmo, pré-candidata do PT, é o mais consistente para encabeçar esta chapa. Ela se aposentou recentemente como procuradora de Justiça.

Ninos informou que, por decisão pessoal apoiada pelos filiados do partido, retira sua pré-candidatura para apoiar a de Maria, mas ressaltou que o PCdoB vai indicar outro nome que já está em negociação interna para o debate na coligação, quando chegar o momento, como possível candidato a vice.

“Estamos finalizando o processo de filiação em nosso Movimento65 e recebemos filiações importantes de pessoas que colocaram seus nomes à disposição do partido para futuras negociações”, disse Ninos.

Os dois partidos trabalham para a formação de suas chapas de vereadores e ambos buscam manter diálogo, para frente ampla em apoio da futura candidatura de Maria do Carmo, com Psol, PDT, PROS e Podemos, que vêm se reunindo desde o ano passado, além de outras siglas.