Orlando Silva: novo bode expiatório do bolsonarismo é a Anvisa

Foto: Najara Araújo/Câmara dos Deputados

Em suas redes sociais nesta quinta-feira (4), o deputado federal do PCdoB, Orlando Silva (SP), criticou a relação entre o governo Bolsonaro e a Anvisa em mais um capítulo da novela envolvendo a liberação das vacinas contra a Covid-19.

“O novo bode expiatório do bolsonarismo, para desviar a culpa da incompetência do governo pelo atraso na vacinação, é a Anvisa. A agência, tão pressionada por Bolsonaro para negar a coronavac, agora é “enquadrada” pelo líder do governo a liberar geral. O gato subiu no telhado”, disse Orlando.

No mesmo dia, o líder do governo Bolsonaro na Câmara, deputado Ricardo Barros (Progressistas-PR) havia declarado: “O problema não está na saúde, está na Anvisa. Nós vamos enquadrar”.

O deputado Orlando Silva também voltou a criticar a inoperância do governo Bolsonaro no combate à pandemia. “Menos mal que a vida impôs mesmo aos negacionistas a obrigação de imunizar a população. Dependesse só da vontade de Bolsonaro, os brasileiros morreriam aos magotes sem auxílio, sem oxigênio, sem vacina”, declarou.

Por Priscila Lobregatte