Luciana: “Prisão de Lula é continuação desse projeto antidemocrático”

Em entrevista à TV Cafezinho na noite desta quarta-feira (11), a presidenta nacional do PCdoB e deputada federal, Luciana Santos (PE), afirmou que a prisão política do ex-presidente Lula é a continuação desse projeto antinacional e antidemocrático em curso no Brasil.

“O que aconteceu com o ex-presidente Lula é a continuidade desse projeto político que está sendo imposto ao país, que desmonta o Estado brasileiro e que retira os direitos dos trabalhadores”, afirmou a parlamentar.

Para Luciana, o campo democrático e popular cumpriu bem a resistência na última sexta-feira (6) e no sábado (7) em São Bernardo do Campo (SBC), berço político do ex-presidente Lula. “Eles [elite brasileira] queriam produzir uma cena do Lula humilhado e algemado, mas o que se viu no país inteiro foi uma cena de resistência e um discurso extraordinário do ex-presidente Lula [em SBC], que ganhou o mundo”, ressaltou.

Como exemplo, a deputada fez referência a capa do jornal francês Le Monde, que publicou a famosa foto de Francisco Proner em que o ex-presidente é carregado nos braços do povo brasileiro. O jornal também citou o discurso histórico de Lula, que deixou a esperança e a motivação para a população brasileira em busca de um Brasil mais igualitário.

“É preciso esse movimento de denúncia, resistência, iniciativas políticas múltiplas e de debate de ideias”, frisou a presidenta nacional do PCdoB.

Luciana criticou a parcialidade dos grandes meios de comunicação na cobertura da prisão do ex-presidente. Na sua visão, “a mídia buscou uma forma de manipular a opinião pública”.

Após a prisão política do ex-presidente Lula, a mídia hegemônica vem divulgando notícias resgatando as histórias de denúncia contra Aécio Neves (PSDB-MG), Geraldo Alckmin (PSDB-SP), Michel Temer e outros nomes da direita brasileira, mas Luciana alertou que os meios de comunicação só estão fazendo isso porque a população brasileira, mesmo aqueles que acreditam que Lula tenha culpa, estão questionando, “por que só o Lula?”. “A mídia procura resgatar esses assuntos para dar alguma aparência de isenção, mas a seletividade dos grandes meios de comunicação está cada vez mais escancarada”, pontuou.

Na opinião da deputada, “vivemos uma luta política aberta, de projetos de país”. Luciana reforçou a necessidade da unidade democrática para barrar esse projeto antinacional que atenta contra a democracia brasileira.

Assista na íntegra a entrevista da deputada Luciana Santos:

Tag:

  • Argentina
  • Brasil
  • Buenos Aires
  • constituição
  • Democracia
  • Esquerda brasileira
  • Ex-presidente
  • Lula
  • Manu
  • Manuela
  • Manuela D'ávila
  • PCdoB
  • Pepe Mujica
  • Pré-candidata á Presidência da República
  • Unidade
  • Uruguai