Luciana: Esquerda precisa construir estratégias para ganhar eleições

Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

A presidenta nacional do PCdoB, Luciana Santos, ressaltou em entrevista ao programa Folha Política, nesta segunda-feira (14), que a esquerda brasileira precisa construir estratégias em comum para retomar o projeto popular e nacional de desenvolvimento.

Em sua opinião, “a esquerda precisa colocar na cabeça que a maior e a melhor resposta ao atual governo ilegítimo de Michel Temer é ganhar as eleições novamente”.

“O PCdoB é um partido que sempre esteve a serviço de que as nossas forças políticas e sociais pudessem acumular vitórias na perspectiva de, no caso específico, retomar um projeto de desenvolvimento nacional e popular. Já que esse projeto foi interrompido há dois anos”.

Luciana Santos voltou a defender o direito do ex-presidente Lula disputar as eleições. “Embora haja uma luta pelo Lula livre e o direito de Lula participar das eleições – nós não vamos desistir dessa luta – mas, ao mesmo tempo precisamos construir estratégias em comum”, disse Luciana.

Ao ser questionada sobre possíveis alianças, Luciana respondeu que a esquerda brasileira precisa estar aberta a qualquer alternativa para ganhar as eleições presidenciais pela quinta vez consecutiva.

“Agora precisamos de uma estratégia em comum para vencer as eleições. Então precisamos ter esse espírito aberto entre nós. Se vai ser estrategicamente mais correto nos unificarmos, ter candidato único no primeiro turno, ou se vamos lançar candidaturas próprias e combinar um pacto de convivência e não agressão para ir ao segundo turno”, ponderou a presidenta comunista.

Para Luciana, as estratégias precisam ser decididas no tempo político certo. “Para nós é nas proximidades das eleições. Até lá é preciso fazer esse exercício que as nossas pré-candidaturas (Manuela, Ciro, Lula e Boulos) estão fazendo: questionando e participando dos momentos de debates nas universidades, redes sociais, ruas e locais de trabalho”.

“Acho que quem tive melhor posicionado – as vezes não é só nas pesquisas, tem muitas variáveis – aquele melhor posicionado, que tenha mais competitividade para ganhar as eleições. O debate que o PCdoB está fazendo é esse, abrir a cabeça e o coração para colocar o interesse do país acima dos projetos partidários”, pontuou Luciana.

A dirigente ressaltou que embora a direita tenha sido muito ofensiva, eles não construíram alternativas para ganhar as eleições. “Nós podemos dar a grande volta por cima”, frisou Luciana Santos.

Ouça a íntegra do programa com a participação da presidenta do PCdoB: