Luciana: destruição da Cinemateca e da cultura é projeto de Bolsonaro

Foto: reprodução/Twitter @CarlosPiazza

A presidenta nacional do PCdoB e vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos, se pronunciou, nesta sexta-feira (30), sobre o lamentável incêndio que atingiu o galpão da Cinemateca Brasileira, em São Paulo, nesta quinta-feira (29).

“A destruição da cinemateca, da nossa memória e da nossa cultura é um projeto do governo Bolsonaro. Essa é uma tragédia anunciada, já que o risco de incêndio havia sido alertado há meses. Revoltante e desolador”, declarou.

O galpão guardava parte do acervo da Cinemateca, com cerca de 250 mil rolos de filmes, além de um milhão de documentos da antiga Embrafilme, que contam mais de 100 anos de história do maior acervo audiovisual da América Latina. A Cinemateca é de responsabilidade Secretaria Especial de Cultura do governo federal, que sob Bolsonaro agravou o descuido e a omissão com relação à cultura.

O abandono da instituição levou o Ministério Público Federal em São Paulo (MPF-SP) a mover ação na Justiça contra a União em julho de 2020.

 

Leia também: Deputados do PCdoB apontam descaso de governo Bolsonaro com Cinemateca

Por Priscila Lobregatte

Com agências