Lindolfo, presente!

Lindolfo Luiz dos Santos Neto

(reprodução)

Faleceu nesta madrugada Lindolfo Luiz dos Santos Neto, meu amigo e companheiro de 40 anos. Foi membro do Comitê Central do Movimento Revolucionário Oito de Outubro (MR8), fundador do Partido Pátria Livre (PPL) e era membro do Comitê Central do PCdoB.

Por Carlos Pereira*

Emedebista com muito orgulho na luta contra a ditadura, Lindolfo foi tesoureiro da Central Geral dos Trabalhadores Brasileiros (CGTB).

Químico, chefe de setor, Lindolfo perdeu o emprego quando liderou a greve vitoriosa da Gessi, em 1978 (em plena ditadura) e foi indicado para diretoria do sindicato. O patrão ficou sabendo…

Lindolfo junto à sua companheira de vida, Lídia Correia – Foto: Reprodução

Foi o sujeito mais honesto que conheci. A combinação com a generosidade fazia dele um ser humano orgulho da espécie. Não admitia a injustiça ou a desconsideração. Virava onça. Estudioso, dedicado e disciplinado, foi um excelente candidato a deputado federal. Campanha épica, que tive o orgulho de ser um dos coordenadores.

Pai de Pedro Ivo, durante anos da pré-adolescência amigo inseparável de meu filho Pedro, e de Júlia, seu xodó. Casado a vida toda com Lídia Correa, três vezes eleita vereadora com seu imprescindível apoio, do município de São Paulo.

Lindolfo era assim: quando indicado para ajudar na tesouraria da CGTB, chegou na sede com dois baldes de tinta para pintar as paredes do prédio.

Partiu em paz.


Em 2015, durante a ocupação das escolas em São Paulo, Lindolfo e Lídia participaram de ato em frente à EE Maria José em apoio aos estudantes secundaristas – Foto: Reprodução


Lindolfo foi dirigente nacional do Partido Pátria Livre (PPL) e, após a incorporação, assumiu como membro do Comitê Central do PCdoB – Foto: Reprodução


Junto à líder sindical Maria Pimentel, durante ato contra o aumento extorsivo dos juros – Foto: Reprodução

Lindolfo, Warley e Bira durante seminário em defesa da previdência social brasileira – Foto: Reprodução

Lindolfo (em pé do lado esquerdo da foto), na campanha da Chapa 1, da Eleição do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgico do Rio de Janeiro de 1982 – Foto: Reprodução

__
*Membro do Comitê Central do Partido Comunista do Brasil (PCdoB)

 

Leia também: Em nota, Luciana Santos lamenta morte de Lindolfo dos Santos