José Bertotti: Descarbonizar a nossa economia é um dever de todos

Foto: Felipe Jordão/JC Imagem

Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável postulam os caminhos de construção de uma sociedade inclusiva e justa. Afinal, não vamos avançar verdadeiramente enquanto não cuidarmos das pessoas e do planeta, erradicarmos a pobreza, e diminuirmos as desigualdades e vulnerabilidades sociais.

Por José Bertotti*

O grande desafio é a urgência de reduzir as emissões de gases de efeito estufa, e aumentar a resiliência das nossas comunidades aos seus efeitos, apostando em processos produtivos que gerem emprego e renda, sem prejudicar o planeta.

Destaco que o mundo recebeu mais um alerta da comunidade científica com o novo relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), que nos traz uma mensagem clara: a crise climática causada pelo homem está piorando as condições climáticas extremas em todo o mundo.

O planeta está agora 1,1 grau Celsius mais quente do que os níveis pré-industriais, e está em rota de colisão com o limite crítico de 1,5 grau Celsius que os países, no Acordo de Paris, concordaram ser o limite ideal para evitar os piores impactos. Ou seja, o IPCC nos alerta que o aquecimento global está mais acelerado que o previsto, e seus efeitos podem ser irreversíveis por séculos.

Pernambuco já se manifestou ao reconhecer a emergência climática, e se incorporar à trajetória de cooperação e esforço global. No âmbito do Fórum Pernambucano de Mudança do Clima, e com o apoio da União Europeia e do Governo Alemão, estamos elaborando o nosso Plano de Descarbonização, que deve apontar ações de curto, médio e longo prazo para direcionar os setores de energia, transportes, resíduos e uso do solo para um 2050 carbono neutro.

Em razão desses esforços, o Estado de Pernambuco passou a integrar a campanha global “Race to Zero”, que faz parte dos mecanismos da Conferência da ONU sobre mudanças climáticas – COP26, e visa impulsionar uma economia descarbonizada reunindo empresas, governos, cidades, regiões e investidores para uma recuperação saudável, resiliente e carbono neutro que evite ameaças futuras, crie empregos decentes e desbloqueie um crescimento inclusivo e sustentável.

Ao construir ações e metas, garantiremos uma trajetória consistente para concretizar nosso compromisso de reduzir as emissões de gases de efeito estufa, reafirmado pela adesão à campanha Race to Zero.

Promover a consciência social é parte dessa estratégia, e o Governo do Estado lançará a campanha educativa “Pernambuco Carbono Neutro” para sensibilizar e engajar toda a sociedade. Como sempre temos dito, é necessária uma rápida e grande mudança na nossa forma de produzir, e de nos relacionar com o ambiente. Descarbonizar a nossa economia é um compromisso de todos, e é urgente!

*Secretário estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco. Mestre em Engenharia de Produção, professor da Faculdade Guararapes e presidente do Comitê Municipal do PCdoB do Recife.