Frente Parlamentar vai lançar manifesto pelo desenvolvimento do país

Foto: Reprodução/Facebook

A presidenta nacional do PCdoB, deputada federal Luciana Santos (PE), coordenou na última quarta-feira (6), em Brasília, uma reunião entre representantes de fundações e partidos de esquerda, que tinha como principal objetivo discutir a elaboração de um manifesto em defesa da formação de uma Frente Parlamentar progressista pela reconstrução e desenvolvimento do Brasil. Durante o encontro, ficou decidido agregar entidades da sociedade civil e movimentos sociais em apoio à formação da frente. O lançamento do manifesto será no dia 26 de junho, às 14 horas, em local a definir na Câmara dos Deputados.

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sentadas e área internaA reunião contou com a presença do presidente da Fundação Maurício Grabois, Renato Rabelo e o seu secretário-geral, Adalberto Monteiro; a presidenta do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR); o presidente do Psol, Juliano Medeiros; o presidente do PSB, Carlos Siqueira; o presidente da Fundação Perseu Abramo, Márcio Pochmann; o diretor-executivo da Fundação João Mangabeira, Alexandre Navarro Garcia e o presidente da Fundação Lauro Campos, Francisvaldo Mendes de Souza.

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sentadasEsse manifesto tem o propósito de afirmar que a saída do Brasil para a crise política e econômica, passa pela eleição de um presidente da República identificado por um programa progressista, mas também por uma eleição de parlamentares identificados com um programa abrangente para o desenvolvimento do país.

As fundações irão dialogar com entidades e movimentos no intuito de buscar apoio e assinaturas, assim como de parlamentares.

“Unidade para reconstruir o Brasil”.

Esta é a segunda iniciativa que busca a convergência programática da esquerda e do campo progressista. No dia 20 de fevereiro deste ano, as fundações Maurício Grabois (PCdoB), Perseu Abramo (PT), Leonel Brizola-Alberto Pasqualini (PDT) e Lauro Campos (Psol), lançaram o manifesto “Unidade para reconstruir o Brasil”.

Continua a programação do lançamento do manifesto “Unidade para reconstruir o Brasil” nas capitais. No dia 13 de junho, será em Belo Horizonte. Em Belém será no dia 16 de junho, e em Florianópolis, dia 18 de junho.

Os lançamentos do manifesto têm sido exitosos em todos os estados, por expressar o desafio da unidade da esquerda necessária para o enfrentamento das consequências do golpe. Este sucesso foi o estímulo para a formulação de um novo documento empenhado em unificar parlamentares e pré-candidaturas proporcionais por todo o Brasil em torno de bandeiras comuns para a superação do golpe e avanço do desenvolvimento nacional. O desafio de uma frente parlamentar com estas características é algo inédito que prova a capacidade da esquerda dialogar em suas diferenças.