Flávio Dino: vivemos um "presidencialismo sem presidente"

"Estamos vivendo um exotismo: o presidencialismo sem presidente", diz Flávio. Foto: reprodução

O governador do Maranhão, Flávio Dino, do PCdoB, voltou a criticar, em suas redes sociais nesta terça-feira (15) a falta de organização e de projeto de Bolsonaro e companhia.

“Essa trapalhada com o Renda Brasil e o Bolsa Família não pode ser imputada exclusivamente a Guedes e sua equipe. O problema é a falta de programa de governo e de comando administrativo. Estamos vivendo um exotismo: o presidencialismo sem presidente”, declarou.

O comentário do governador foi uma resposta a mais um dos desencontros entre Bolsonaro e seu ministério. Também nesta terça-feira, o presidente desautorizou a equipe de Paulo Guedes, da Economia, com relação a possíveis cortes em benefícios sociais e congelamento em aposentadorias, conforme estaria sendo aventado para sustentar o natimorto Renda Brasil. Bolsonaro afirmou que estaria “proibido” falar no programa e que o Bolsa Família continuaria em vigor.

 

Por Priscila Lobregatte