Flávio Dino: novo reajuste do gás pela Petrobras é “absurdo”

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), chamou de “absurdo” o novo aumento de 5,9% aplicado pela Petrobras ao gás de cozinha nas distribuidoras. Segundo Dino, a política de preços do governo federal tem que mudar.

“É um absurdo que haja novo aumento federal no gás de cozinha. Essa política federal tem que mudar urgentemente. Estamos falando de um produto essencial para a sobrevivência das famílias”, comentou o governador em suas contas nas redes sociais.

Anunciado pela Petrobras na última sexta-feira (11), o aumento do gás de cozinha passa a valer a partir de hoje (14). A projeção é que o preço médio do GLP aumente R$ 0,19 por quilo.

A política de preços adotada pela Petrobras desde 2017 mantém os preços dos combustíveis atrelados aos preços internacionais do petróleo e à variação do dólar.

Na prática, portanto, os consumidores estão sujeitos à volatilidade do mercado de commodities e pagando preços dolarizados.