Elisângela Moura: candidatas mulheres são fundamentais no Movimento 65

Elisãngela Moura, liderança comunista, feminista e camponesa no Piauí

Foto: divulgação

A recém-eleita secretária da Mulher do PCdoB do Piauí, Elisângela Moura, gravou um vídeo para convidar todos aqueles que tem compromisso com a democracia e os direitos do povo – e em especial as mulheres – a juntarem-se ao Movimento 65 e filiarem-se ao partido.

A dirigente partidária, que é também presidenta da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Piauí (Fetag-PI), lembra que 2020 é ano de eleição municipal e que candidaturas femininas são fundamentais para, nas palavras dela, “que possamos ser protagonistas das nossas políticas públicas”.

O Movimento 65 é uma campanha cívica e eleitoral lançada pelo Comitê Central do Partido Comunista do Brasil, em dezembro passado. O objetivo é fazer a indignação popular e a repulsa ao governo Bolsonaro se manifestarem nas urnas de 2020, nas eleições municipais. Conforme a nota emitida para o lançamento, a mobilização visa “reacender a esperança e dar respostas às aspirações da maioria da sociedade por cidades democráticas, sustentáveis, que a todos assegurem direitos como educação, cultura, saúde, emprego, segurança, moradia e transporte.” Leia a íntegra.