China planeja vacinação geral contra a Covid-19 para novembro

China informa que fase 3 de testes da vacina segue sem contratempos | Foto: Chinadaily

O Centro para o Controle e Prevenção de Enfermidades da China (CDC) projeta para “novembro ou dezembro” o início da vacinação em massa contra a Covid-19, já que as provas clínicas entraram na sua fase 3 sem qualquer contratempo.

Os avanços obtidos nos testes de centenas de milhares de chineses colocam o país asiático na linha de frente na corrida contra o coronavírus, testando cinco das nove vacinas em uso no planeta atualmente.

“Me injetaram uma vacina em abril, fui voluntária nas provas e me encontro bem”, declarou a assessora chefe de biossegurança do CDC, Wu Guizhen, que se disse otimista com os avanços conquistados no último período. “De acordo com os resultados clínicos da fase 3, o atual progresso é muito rápido”, comemorou.

Em relação à fabricação das vacinas, por se tratar de um vírus de “alto risco”, a cientista assinalou que os especialistas da Comissão Nacional de Saúde estão sendo meticulosos e revisando de “forma intensiva” as fábricas de produção, com luz verde das autoridades para sua produção em massa.

Em junho, o Exército chinês aprovou uma vacina para o uso em seus soldados, que foi desenvolvida por sua unidade de pesquisas e uma empresa de biotecnologia.

Na semana passada, o grupo farmacêutico AstraZeneca e a Universidade de Oxford precisaram interromper os testes clínicos que vinham desenvolvendo, após uma voluntária ter apresentado um efeito colateral inexplicável.