Manuela D’Ávila: “Não aceitaremos a volta um regime de exceção”

Crédito da Foto: Reprodução

A pré-candidata do PCdoB à Presidência da República, Manuela D’Ávila, concedeu entrevista à TVT na manhã desta sexta-feira (6), em São Bernardo do Campo, no ato contra a ordem de prisão do ex-presidente Lula. Para Manuela, Lula será um “preso político e os presos políticos são típico dos regimes de exceção”.

“O povo brasileiro precisa fazer uma reflexão sobre que democracia nós somos se tivermos o maior líder popular do planeta encarcerado”, frisou.

Manuela disse que independentemente do desfecho desta sexta-feira (6) o povo brasileiro precisa estar de cabeça erguida dizendo que Lula vale a luta, que o Brasil vale a luta, a defesa da democracia e da liberdade valem a luta.

“Tudo isso que está acontecendo é porque a direita brasileira e as elites não vencem as eleições. Eles olham para gente e dizem que nós fomos derrotados ontem, não, nós sofremos um golpe, derrota é o que estamos impondo a eles há quatro eleições”.

“Que a gente saia na rua de cabeça erguida dizendo que nós não aceitaremos a volta de um regime de exceção com tamanha intensidade e com tanta crueldade com o povo brasileiro. Lula vale a luta! O Brasil vale a luta”.

Confira na íntegra: