PCdoB paraibano aclama incorporação do PPL em conferência estadual

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) da Paraíba realizou no último sábado (9), em João Pessoa sua Conferência Estadual Extraordinária que debateu a conjuntura política e a incorporação do Partido Pátria Livre (PPL).

O evento que contou com a participação de delegados eleitos nas Conferências Municipais, de vereadores, do deputado estadual Inácio Falcão e do dirigente nacional, Carlos Augusto Diógenes, foi marcado pelo entusiasmo, emoção e combatividade. Presidida por Gregória Benário a mesa diretora foi formada por dirigentes estaduais e representantes os movimentos sociais.

Após a leitura do Edital, o representante da direção nacional fala dos condicionantes políticos e econômicos que resultaram na derrota das forças de esquerda e democráticas e traça a caracterização do governo Bolsonaro, com todos os malefícios para o país e os trabalhadores. Aborda os êxitos do PCdoB, mesmo numa conjuntura adversa, com a reeleição em primeiro turno do governador do Maranhão, Flávio Dino e as eleições da vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos, e do vice-governador do Rio Grande do Norte, Antenor Roberto. Mas ressalva os resultados negativos como a não superação da cláusula de barreira. “Daí, afirmou,” a importância da incorporação do PPL, que reestabelece os direitos  e prerrogativas institucionais do PCdoB”.Conclui fazendo um chamamento a todas as forças democráticas e de esquerda da união contra a entrega do país aos estrangeiros, contra a maldosa Reforma da Previdência e alerta para o perigo que representa a submissão do governo federal aos interesses norte americanos que pode levar o país a uma aventura guerreira nas nossas fronteiras.

O ex- deputado, Simão Almeida, faz, em nome da direção estadual do PCdoB, uma saudação especial ao PPL, em que relembra, outro processo outra incorporação ao PCdoB, em 1972, da Ação Popular _ AP, “que trouxe grande contingente de quadros valorosos e militantes ao Partido, exatamente num momento em que ele era duramente atingido pela repressão da ditadura”. “A incorporação do PPL é mais do que  um ato para atender uma necessidade momentânea do Partido, é um reencontro de camaradas que têm uma mesma origem: o PCB”, arrematou, referindo-se ao Movimento Revolucionário 8 de outubro – MR8, que deu origem ao atual PPL.

Após Simão usou a palavra o presidente do PPL, Chico, que relatou o processo democrático de debates que resultaram na decisão  em se incorporar ao PCdoB, e afirmou que se empenhará em fazer com que os diretórios atuais do PPL e os 4 vereadores que a legenda elegeu em 2016, acompanhem a decisão da direção e se incorporem também ao PCdoB.

Vários delegados usaram da palavra e o deputado Inácio Falcão, encerra a fase de debates saudando o êxito do evento e proclamando sua determinação em fazer crescer o PCdoB com o lançamento de diversas candidaturas majoritárias pelo Estado, e coloca seu nome à disposição do Partido para disputar a prefeitura da Rainha da Borborema, Campina Grande.

Em seguida a presidenta Gregória Benário  consulta o plenário se concorda com a Incorporação do PPL ao PCdoB e a proposta é aprovada por aclamação, num clima de grande empolgação do plenário. Após a eleição da delegação que representará a Paraíba no II Congresso extraordinário do PCdoB, no próximo dia 17 de março, no Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, a conferência é encerrada aos gritos: “Um, dois, três, quatro, cinco, mil e viva o Partido comunista do Brasil”.