Brasil, quinta-feira, 23 de março de 2017
Fundação Maurício Grabois
Classe Operária
  • Classe Operária
NÚMEROS ANTERIORES
Partido Vivo

Cadernos de Formação Marxista - Apresentação

Walter Sorrentino
Um novo projeto está disponível a partir de agora para estimular a aquisição de conhecimentos básicos acerca da ciência social avançada que é o marxismo-leninismo.

É um projeto da Comissão Nacional de Formação, visando contribuir para a educação teórica e ideológica dos comunistas. Nele estão contidos subsídios para estudo individual e sugestões para reflexão e discussão em grupos de estudo orientado.

Foram selecionados alguns livros ou capítulos de livros clássicos de K. Marx, F. Engels e V. Lênin. Para cada texto está disponível uma ficha de leitura e um artigo comentando a sua atualidade. A ficha tem dois objetivos básicos: de um lado, destacar idéias, argumentos, fatos, conceitos a serem apreendidos e aprofundados; de outro, fornecer pistas para que, aos poucos, vá se formando o hábito de estudo e se aprenda a identificar e registrar idéias centrais de outras obras que se vier a estudar.

A reafirmação da consciência socialista traz desafios novos, nos dias atuais, sobretudo no quadro da ofensiva neoliberal. Medidas políticas e pregações ideológicas contra a soberania nacional, a democracia e os direitos sociais se apresentam como avançadas, "científicas", "modernas". Proliferam por toda parte os críticos do marxismo e do leninismo. Mas julgamos nós que o NL vem sendo um fracasso e está em crise aberta. Incapazes de apresentar uma saída, move-se campanha contra o socialismo para tentar descaracterizá-lo como a única saída histórica progressista para a crise.

Vivemos na verdade batalhas históricas contra o capitalismo em sua fase final e mais deletéria e o socialismo é a única esperança de um novo regime social capaz de superar suas contradições. Os paralelos históricos são sempre limitados, mas tal como no fim do século passado prenunciava-se com alguma clareza que as graves contradições do capitalismo levariam à conflagração mundial (1a. e 2a. Guerras), neste fim de século XX podemos antever que o capitalismo neoliberal, desembestado, vai produzindo uma crise de civilização e o mundo está prenhe de transformações profundas.

Nesse quadro, julgamos que mais que nunca é preciso ser marxista, para adquirir clareza, determinação e conseqüência na luta contra o capitalismo e abrir caminho ao socialismo. Marxismo que precisa ser tratado como ciência e, portanto estudado, desenvolvido, atualizado para dar conta dos fenômenos contemporâneos.

O presente trabalho seria impossível sem a colaboração de seus autores, a quem agradecemos. E ele não está completo: precisará da crítica, sugestão, comentário e correção de todos os que o utilizarem. Temos a expectativa de que se configure como instrumento importante para todos os comunistas e os que desejem se iniciar no estudo da ciência social mais avançada de nosso tempo, neste alvorecer do ano 2000.


Voltar ao Sumário
Twitter