Brasil, domingo, 30 de abril de 2017
Fundação Maurício Grabois
Classe Operária
  • Classe Operária
NÚMEROS ANTERIORES
Notícias

PCdoB monta estratégia contra reformas de Temer

Passada a eleição da Mesa Diretora da Câmara, líder comunista trabalha para impedir avanço das reformas trabalhista e previdenciária, que enxuga direitos dos trabalhadores. Propostas devem ser votadas ainda este ano na Casa.

Por Christiane Peres, do PCdoB na Câmara
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Plenário da Câmara dos Deputados

 

O ano legislativo começou com a reafirmação do compromisso da Bancada do PCdoB na Câmara com os direitos dos trabalhadores. De acordo com o líder comunista, deputado Daniel Almeida (BA), o apoio à candidatura de Rodrigo Maia (DEM-RJ) para a presidência da Casa não afeta a luta contra as pautas conservadoras encaminhadas pelo governo golpista de Temer, que tem em Maia um importante aliado.

“Agora o jogo começa para valer. Nossa luta é para resistir e impedir que as reformas trabalhista e previdenciária sejam feitas. Não são os trabalhadores os responsáveis pela crise na economia. Esperamos ter força para resistir e diminuir os danos dessas propostas. Quanto mais tempo pudermos ganhar, melhor para o país e para os trabalhadores”, afirmou Daniel Almeida, após a eleição da Mesa Diretora da Câmara, nesta quinta-feira (2).

Por 293 votos, Rodrigo Maia foi eleito, em primeiro turno, com a promessa de garantir debates com a população e impedir os atropelos regimentais, amplamente difundidos na gestão de Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Para a presidente nacional do PCdoB, deputada Luciana Santos (PE), neste momento era importante garantir “melhores condições para a resistência às pautas ultraconservadoras” que estão sendo impostas no país. “Não podemos cometer os mesmos erros do passado, quando não medimos corretamente a correlação de forças e perdemos para Cunha a eleição da Mesa da Câmara. Num momento como esse, não podemos só marcar posição, temos que garantir melhores condições para resistir e reduzir o impacto da agenda Temer”, avaliou.

Apesar da abertura para o diálogo, Rodrigo Maia já anunciou que instalará, na próxima semana, a comissão especial que analisará a Reforma da Previdência, cuja presidência ficará a cargo do deputado Sergio Zveiter (PSD-RJ) e a relatoria será de Arthur Oliveira Maia (PPS-RN). O parlamentar anunciou ainda o deputado Rogério Marinho (PSDB-RN) como relator da reforma trabalhista, cuja comissão também deverá ser instalada na semana que vem.



 Fonte: PCdoB na Câmara




Acessar área filiado Recadastro