Ucrânia: Macron anuncia diálogo com Putin para “desescalar” tensões

Foto de encontro anterior Putin/Macron sobre “futuro compartilhado”

(Sputnik / Sergey Guneev)

O presidente Emmanuel Macron anunciou que conversará com o presidente Vladimir Putin, na próxima sexta-feira (28), para discutir a tensão crescente na fronteira russo-ucraniana, ressaltando a posição convergente da França e da Alemanha a favor de uma “desescalada” na região.

Com a conversa, prevista e a se realizar por telefone, Macron indica uma cautela e aposta no diálogo com a Rússia face à provocação norte-americana que pressiona para a mobilização de soldados e eleva o envio de armas para a região.

“A conversa acontecerá antes do final desta semana. Agora estamos preparando-a”, disse o porta-voz da Presidência russa, Dimitri Peskov, conforme noticiado pela agência de notícias russa Sputnik. “Vamos aguardar os resultados da reunião, sobre as perspectivas de continuidade dos contatos em vários níveis e no desanuviamento dessa região”, disse.

Fontes do Palácio do Eliseu, sede do governo francês, disseram que “a França, como a Alemanha, continua intrigada com o alarmismo dos EUA e do Reino Unido”. “Vemos o mesmo número de caminhões, tanques e pessoas. Observamos as mesmas manobras, mas não podemos concluir que a ofensiva seja iminente por tudo isso”, acrescentou a fonte. “Estamos preocupados com a situação e queremos evitar mais instabilidade”, acrescenta.