Renildo: incapacidade do governo Bolsonaro agrava descontrole do vírus

Renildo durante discussão e votação de propostas na Câmara no dia 7 de abril

Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O líder do PCdoB na Câmara, deputado federal Renildo Calheiros (PE), cobrou do governo Bolsonaro, nesta quinta-feira (8), soluções urgentes para o enfrentamento da pandemia de Covid-19, que está em sua fase mais grave no país. Já são mais de 340 mil mortes causadas pela doença e, nesta quarta-feira (7), o país somou mais óbitos do que 133 países em um ano de pandemia. Embora tenha 2,7% da população mundial, o Brasil concentra 37% dos falecimentos.

Pelas redes sociais, Renildo foi enfático: “Bolsonaro não pode errar mais. É hora de apresentar soluções. A incapacidade do governo aumenta o descontrole do vírus que já ceifou mais de 340 mil vidas no Brasil”. O parlamentar destacou ainda que “o Instituto Butantan parou de produzir a vacina CoronaVac por falta de insumos da China. E agora, presidente?”.

Renildo declarou ainda que “as trapalhadas do governo Bolsonaro agravam ainda mais a pandemia. Corremos o risco de não receber mais nenhuma dose da vacina da Pfizer, porque o Ministério da Saúde divulgou contrato confidencial com a farmacêutica americana na internet”.

Conforme noticiado nesta quarta-feira (7), o governo brasileiro pode ser acusado pela Pfizer de ter quebrado cláusula de confidencialidade ao publicar a íntegra do contrato para a compra de 100 milhões de doses de vacina. De acordo com especialistas ouvidos pela rádio CBN, se a farmacêutica decidir rescindir o contrato, pode não entregar os imunizantes e, ainda assim, o governo teria de pagar pelas vacinas.

 

Por Priscila Lobregatte
Com agências