Renildo Calheiros: MEC deve recompor verba de custeio de universidades

Foto: Najara Araújo/Câmara dos Deputados

O líder do PCdoB na Câmara, deputado federal Renildo Calheiros (PE), voltou a criticar o corte no orçamento das universidades federais. O parlamentar cobrou, nesta segunda-feira (14), em suas redes sociais, que o governo federal recomponha os recursos das instituições.

“O Ministério da Educação deve urgentemente recompor o corte de 36% na verba de custeio das universidades federais. Afinal, essas instituições enfrentam dificuldades para fechar as contas, o que é inaceitável”, destacou.

Reportagem da Folha de S.Paulo deste domingo (13) apontou que os cortes orçamentários de até 36% das verbas de custeio das universidades federais está forçando as instituições a reduzirem as bolsas para alunos carentes e impactando pesquisas de ponta, como as de vacinas contra a Covid-19.

De acordo com a reportagem, parte das universidades, como as federais do Pará, do Acre, de Santa Maria (RS) e de São Carlos (SP), já temem não ter condições para retomar as aulas presenciais no segundo semestre deste ano.

Na última semana, Renildo Calheiros já havia chamado atenção para o problema. Na ocasião, o parlamentar afirmou que o Congresso está se mobilizando junto aos reitores “para que o orçamento das universidades públicas volte, pelo menos, ao patamar de 2020”. “Investir em educação é essencial para termos um país desenvolvido, justo e soberano”, afirmou Renildo.

 

Da redação

 

(PL)