Projeto de Perpétua Almeida garante distribuição gratuita de máscaras

Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Preocupada com o crescente número de casos de Covid-19 no Brasil, a vice-líder do PCdoB na Câmara, a deputada federal Perpétua Almeida (AC) apresentou, nesta terça-feira (6/4), o Projeto de Lei 1.222/2021 que determina a distribuição de máscaras para os desempregados, os beneficiários do auxílio emergencial, do Bolsa Família e do benefício de prestação continuada (BPC).

Na avaliação da parlamentar, a vacinação em massa e o uso de máscaras são as formas mais eficientes para combater o coronavírus no país. “Devemos continuar realizando cuidados básicos de proteção como o uso de máscaras, de álcool em gel, e praticando o distanciamento social, além de dotar o nosso sistema de saúde de condições para atender os doentes e vacinar em massa”, afirmou.

Perpétua explica que com 80% ou mais da população utilizando máscaras há uma redução muito acentuada da transmissão, mas se o percentual for de 50%, por exemplo, a redução é mínima.  “A combinação de elevados percentuais de uso de máscaras com medidas de distanciamento físico e social tem resultado em maior controle da transmissão. É o que mostram os estudos, a ciência”, pontuou.

Para a deputada, apenas a obrigatoriedade sobre o uso de máscaras no Brasil é insuficiente. “A lei deve ser acompanhada de campanhas sobre a importância do uso, além da distribuição gratuita de máscaras em larga escala. A França decidiu proibir a máscaras caseiras, exigindo o uso das FFP2 (semelhante à PFF2 brasileira e à N95) ou máscaras de tecido feitas de acordo com padrões de qualidade”, ponderou Perpétua.

 

 

(PL)