Presidente da UNE questiona data do Enem em meio ao coronavírus

Iago Montalvão, presidente da UNE, defende adiamento do ENEM por causa da covid-19

Foto: divulgação

O presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE) e membro da Direção Nacional do PCdoB, Iago Montalvão, criticou duramente a decisão do governo de anunciar o cronograma do Enem 2020 desconsiderando que as aulas em escolas e universidades estão interrompidas para evitar contaminação pelo covid-19 entre estudantes e familiares.

Usando as redes sociais, Montalvão destacou que a decisão vai prejudicar milhões de estudantes. “O Ministro da Educação e o presidente do INEP anunciaram hoje a data do ENEM 2020. Sem absolutamente NENHUMA sensibilidade para o momento que vivemos”, escreveu.

Na opinião dele, “não é hora de divulgar o edital. É hora de buscar soluções e se necessário o adiamento do ENEM!”.

Ainda segundo a postagem no Twitter, Montalvão e a direção da UNE estão discutindo com Pedro Gorki, presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e os demais dirigentes desta entidade maneiras de pressionar o Ministério da Educação para que reveja a decisão.