Presidenta do PCdoB repudia elogio de Bolsonaro ao torturador Ustra

"Não podemos normalizar o absurdo de ter um presidente que enaltece um comprovado torturador."

A presidenta nacional do PCdoB, Luciana Santos, vice-governadora de Pernambuco repudiou em suas redes sociais, o comentário do presidente da república, Jair Bolsonaro que na tarde desta quinta-feira (8) recebeu a viúva e voltou a elogiar um dos principais torturadores do período da ditadura militar no Brasil, coronel Brilhante Ustra.
Bolsonaro voltou a chamar o primeiro militar condenado por sequestro e tortura durante a ditadura de herói nacional. “Não podemos normalizar o absurdo de ter um presidente que enaltece um comprovado torturador. O coronel Brilhante Ustra é vilão”, disse a dirigente nacional.
Segundo ela, “heróis são os brasileiros que não desanimam, apesar da falta de perspectivas produzidas por um governo que não se preocupa com o seu povo, com a soberania nacional, com o desenvolvimento da nação”, complementou a presidenta.
Segue abaixo a publicação de Luciana no Instagram: