Perpétua critica Bolsonaro por descaso com auxílio que ele mesmo criou

Foto: Marina Ramos/Câmara dos Deputados

A deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB) criticou, nesta quinta-feira (9), o descaso do governo de Jair Bolsonaro com a população que necessita de benefícios para garantir sua subsistência, especialmente no contexto de grave crise que atinge milhões de brasileiros e que vem aumentando a fome a e a miséria, consequências diretas da falta de gestão e da irresponsabilidade do presidente.

“Bolsonaro, que prometeu Auxílio Brasil de R$ 400, não pagou nem outubro e nem novembro. As cobranças que fizemos foram muitas”, disse Perpétua pelas redes sociais. “O governo diz que vai pagar os R$ 400 a partir dessa semana, mas não vai corrigir os meses que não foram pagos. E ainda vai deixar 19 milhões de brasileiros fora do programa”, acrescentou.

Perpétua explicou ainda que no Acre, “80 mil famílias ainda estão sem receber nada” e alertou: “Fique atento se o dinheiro cairá por inteiro na sua conta este mês. Se o governo não cumprir o que manda a lei e pagar os R$ 400, denuncie aqui”.

A deputada também criticou o mais novo aumento na tarifa da energia elétrica no Acre, que passa a valer na próxima segunda-feira (13), mais uma fator de preocupação para as de famílias que sofrem com o desemprego, com a precarização do trabalho e com forte queda na sua renda.

“Seria cômico se não fosse trágico. A partir de segunda-feira, a conta de luz vai ficar mais cara. Nós acreanos vamos pagar até 10% a mais na conta de energia. É bom lembrar que essas altas são consequência da privatização da Eletrobras, que lutamos contra por muito tempo na Câmara. O povo não aguenta mais pagar também ‘pela luz do sol’”, criticou Perpétua.

Por Priscila Lobregatte