Pentágono: “China venceu batalha da Inteligência Artificial com EUA”

Avanço da China em Inteligência Artificial é crescente em investimento e aplicação industrial

(Desenho publicado por Forbes)

O ex-chefe de software do Pentágono, Nicolas Chailan, afirmou em declaração ao jornal britânico Financial Times que a China “venceu a batalha da Inteligência Artificial com os Estados Unidos”.

Segundo ele, que passou os três últimos anos tentando elevar o esforço do Pentágono na segurança cibernética, a China está caminhando para o domínio global por causa de seus avanços em inteligência artificial, aprendizado de máquina e capacidades cibernéticas.

Para Chailan, as defesas cibernéticas dos EUA em alguns departamentos do governo estavam no “nível do jardim de infância”.

Ele renunciou em setembro, em protesto contra o ritmo lento da transformação tecnológica nas forças armadas dos EUA, segundo a publicação. Ele disse ainda que oficiais militares que foram repetidamente encarregados de iniciativas cibernéticas não tinham experiência relevante.