PCdoB: Solidariedade à Manuela, punição aos criminosos

Após a ex-deputada Manuela d’Ávila tornar público na quarta-feira (2) graves ameaças de criminosos contra sua vida e também de estupro a sua filha de cinco anos de idade, emergiu uma ampla onda de solidariedade a uma das principais lideranças políticas do país e do PCdoB.

Diante disso, o Partido Comunista do Brasil (PCdoB), através de sua Executiva Nacional, divulga nota afirmando que conjuntamente a “personalidades e lideranças do campo político, democrático e progressista”, desencadeia “um movimento que exige das autoridades competentes a apuração rigorosa e a punição dos criminosos”.

#ForçaManu #PuniçãoaosCriminosos é um movimento de solidariedade a Manuela e a sua filha que “se estende a todas as vítimas da odiosa perseguição que o bolsonarismo empreende contra aqueles e aquelas que se põem de pé e lutam em defesa vida e da democracia, da vacina e do auxílio emergencial, do emprego, da educação e dos direitos”, explica a nota.

Confira abaixo a íntegra do documento:

PCdoB: Solidariedade à Manuela, punição aos criminosos

Desde o último dia 2, quando a ex-deputada federal Manuela d’Ávila tornou público as mais recentes ameaças contra ela, uma ampla onda de solidariedade e repúdio aos covardes ataques emergiu nas redes sociais. Dessa vez, os criminosos, expressando toda sua monstruosidade, ameaçaram estuprar a filha de Manuela que tem apenas cinco anos de idade. E ameaçaram, também, uma vez mais, assassinar Manuela.

Há muito, mas com maior frequência, a partir de seu protagonismo nas eleições presidenciais de 2018, quando foi candidata a vice-presidente da República, e mais recentemente, quando, em 2020, foi ao segundo turno na disputa à prefeitura de Porto Alegre, Manuela tem sido vítima da máquina digital bolsonarista de ódio e intolerância, e alvejada por milhares de notícias falsas – fake news. Em defesa da democracia e da reputação das pessoas, Manuela criou o instituto E se fosse você? que tem a finalidade de combater a fake news.

Agora, para além de uma avalanche de mentiras, criminosos chegaram ao requinte da crueldade, mirando com ameaças uma criança.

Esse ataque criminoso e sistemático contra Manuela não é um fato isolado. Ele emerge do caldo nefasto dos métodos e da conduta do neofascismo bolsonarista de naturalizar a violência na vida social e política, de destruir a política feita com ideias e honradez e, também, de incentivar e acobertar à misoginia, o racismo e a homofobia.

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) se solidariza com Manuela, uma das principais lideranças políticas do país e de nosso Partido, e desencadeia, juntamente com personalidades e lideranças do campo político, democrático e progressista, um movimento que exige das autoridades competentes a apuração rigorosa e a punição dos criminosos.

Esse movimento de solidariedade a Manuela e à sua filha se estende a todas as vítimas da odiosa perseguição que o bolsonarismo empreende contra aqueles e aquelas que se põem de pé e lutam em defesa vida e da democracia, da vacina e do auxílio emergencial, do emprego, da educação e dos direitos.

Manuela, que tem nos dado tanto, ao Brasil e ao povo, precisa agora de nossa ativa solidariedade e a terá!

#ForçaManu

#PuniçãoaosCriminosos

Brasília, 4 de junho de 2021

Executiva Nacional do Partido Comunista do Brasil (PCdoB)