PCdoB realiza jantar de finanças para o 14º Congresso

Crédito das fotos: Osvaldo Napoleão

O Comitê Central do PCdoB em parceria com a secretaria de Finanças do Comitê Estadual de São Paulo organizou um jantar com o objetivo de arrecadar finanças para ajudar no processo de debates do 14º Congresso do partido, que irá acontecer nos dias 17 a 19 de novembro, em Brasília (DF). O jantar ocorreu na capital paulista, no restaurante Praça São Lourenço, na noite desta segunda-feira (21).

Estavam presentes neste evento, o vice-presidente nacional do PCdoB, Walter Sorrentino, o deputado federal Orlando Silva, a deputada estadual Leci Brandão, o secretário nacional de Finanças, Ronald Freitas, a ex-vice-prefeita de São Paulo, Nádia Campeão e o membro da executiva do PCdoB-SP, Rodrigo Carvalho.

Na ocasião, Freitas se pronunciou, agradecendo a presença de todos e afirmou que o PCdoB precisa manter relações amplas com a sociedade, que não se limite apenas ao mundo da política. E o jantar mostrou essa relação com o povo, pois 50 pessoas compareceram, e nem todas eram filiadas ao partido. Também haviam amigos e simpatizantes. Freitas também explicou a importância do PCdoB ser um partido sustentado pela própria militância. “Que nossa vida seja consequência da nossa ação política”.

O deputado Orlando também falou aos presentes e renovou os votos de confiança, trabalho conjunto, amor ao Brasil e ao povo. Concluiu reforçando a missão do PCdoB, lutar para que o país seja mais justo, soberano e democrático.

Leci Brandão também falou no encontro “me sinto extremamente orgulhosa por pertencer a um partido que é tão respeitado pelo Brasil”.

Durante o jantar, os participantes tiveram contato com a tese do 14º Congresso e puderam debater as alternativas que o PCdoB propõe para a saída das crises econômica, política e institucional do país.

Rodrigo Carvalho explicou como foi o jantar para a redação e para ele o encontro foi um sucesso pela perspectiva que o Brasil atravessa. E o esforço da militância e amigos do PCdoB em superar essa crise. A exemplo de São Paulo, os Comitês Estaduais realizam outros jantares de arrecadação em suas localidades.