PCdoB, PT e PV anunciam federação partidária para enfrentar Bolsonaro

Fotos: Luciana Lima/Metrópoles

Os dirigentes do PCdoB, PT e PV anunciaram a formação de federação partidária para enfrentar Bolsonaro. A declaração foi dada após reunião entre os representantes dos quatros partidos ocorrida nesta quarta-feira (9), na sede nacional do PSB, em Brasília-DF.

Participaram da reunião os presidentes das quatro legendas: Luciana Santos (PCdoB), Gleisi Hoffmann (PT), Carlos Siqueira (PSB) e José Luiz Penna (PV).

Em nota distribuída à imprensa os partidos explicam que “as quatro agremiações, PT, PSB, PCdoB e PV têm unidade na construção de uma frente para enfrentar Bolsonaro e reconstruir o Brasil, unidos na candidatura Lula presidente”, aponta o texto.

Assinada pelos partidos, a nota diz ainda: “Estamos convictos que a decisão é um marco histórico e um passo decisivo para trilharmos a vitória eleitoral nas eleições de 2022, construir uma nova maioria que possa devolver a esperança a nosso povo”.

Os partidos ainda informaram que, nos últimos meses, fizeram reuniões de trabalho com objetivo de constituir a federação. “Em resposta ao atual momento político, o PT, PCdoB e PV decidem caminhar para construir a federação e continuarão dialogando com o PSB em busca de sua participação, bem como, o envolvimento de outras legendas do nosso campo”, concluiu a nota.

Pelo Twiter, a presidenta do PCdoB, Luciana Santos anunciou: “Um dia pra entrar na história: PCdoB, PT e PV decidiram formar uma federação! Continuaremos a dialogar com o PSB, para que tenhamos também sua participação”, disse.

Segundo ela, “os quatro partidos estarão juntos de qualquer forma – unidos para derrotar Bolsonaro e reconstruir o Brasil, de mãos dadas para devolver a esperança para nosso povo!”, publicou a dirigente comunista.