PCdoB-PA lança Jorge Panzera pré-candidato a deputado estadual

Plenária metropolitana de coordenadores da pré-candidatura de Jorge Panzera lotou o auditório do Sindicato dos Urbanitários do Pará

(Divulgação/Facebook)

Durante encontro realizado na noite deste sábado (14), o Partido Comunista do Brasil em Belém, no Pará, aprovou a pré-candidatura de Jorge Panzera para deputado estadual. O evento, que aconteceu na sede do Sindicato dos Urbanitários do Pará, reuniu Centenas de camaradas, lideranças partidárias, representantes de movimentos sociais, sindicatos, associações de moradores e representantes da juventude da Região Metropolitana de Belém (RMB), além de familiares, amigos e simpatizantes do partido.

A plenária foi aberta por volta das 19h, com pronunciamento do presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) no Pará, Cleber Rezende, que falou da importância de o PCdoB ter se posicionado a favor de uma frente ampla destinada a “retomar o Brasil aos brasileiros, dando oportunidade para o povo e tirando-o das condições de miséria”.

Ele disse ainda que a Federação Brasil da Esperança, formalizada no dia 18 de abril de 2022, com representantes do PT, PCdoB e PV, está construindo chapas de deputados estaduais e federais para compor a base de sustentação que vai levar o presidente Lula a uma chapa vitoriosa, com a possibilidade real de eleger cinco a seis deputados estaduais.

“O desafio aqui colocado pelo partido é construir a vitória de um camarada que representa o PCdoB no Pará, o compromisso com a luta nacional e tem condições de dialogar com o governador Helder Barbalho e senadores e que possa ser a voz combativa e construtora do nosso partido, que seja uma voz que fale pelo Pará e suas diversas regiões, mas olhando sobretudo para o povo paraense”, disse Rezende.

Amiga de muitos anos e companheira de militância desde a União da Juventude Socialista (UJS), a presidente do PCdoB e Secretaria Municipal da Mulher, em Ananindeua, Leila Márcia, lembrou que além da sensibilidade e preparo para assumir a cadeira na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) e trabalhar a articulação política em prol de vários segmentos, Jorge Panzera tem uma boa experiência institucional com passagens pelo executivo estadual e federal. “É uma pessoa que se relaciona com variados segmentos da sociedade e isso é muito importante para quem vai para a Alepa pensar o desenvolvimento do povo no nosso estado. Tenho plena confiança de que o Jorge será um grande deputado e, por esse motivo, vamos seguir organizando uma grande campanha nos próximos meses para garantir a vitória nas eleições de 2022”.

Ao manifestar apoio a Panzera, a ex-deputada estadual, a ex-vice prefeita de Ananindeua, Sandra Batista, lembrou de tantas lideranças do partido que já fizeram história na Alepa e disse que Jorge Panzera tem preparo, experiência política e está à altura desse elenco para fazer um excelente mandato. “Não é possível que um partido que fez 100 anos e que se confunde com a história do país não ter uma representação na Alepa. Quando estamos lá fazemos a diferença, pois é um espaço para o povo e uma voz em defesa dos trabalhadores, das mulheres e da Amazônia”.

Panzera foi titular da Secretaria Executiva de Exporte e Lazer no governo da Ana Júlia Carepa, da Superintendência do Patrimônio da União, lutando pela regularização fundiária de milhares de famílias, além de secretário adjunto na Casa Civil e presidente da Imprensa Oficial do Estado, conduzindo projetos como a criação da Editora Pública Dalcídio Jurandir, o Portal do Conhecimento, apoiando o lançamento de livros de muitos escritores paraenses que foram destaques nas duas últimas edições da Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes.

Vídeo – Durante a plenária foi exibido um vídeo sobre o início da caminhada de articulação pró campanha em alguns municípios, além de depoimentos de personalidades ligadas ao partido manifestando apoio à sua pré-candidatura.

Por vídeo, Paulinho Mururé desejou sucesso à coordenação do PCdoB Pará na condução da campanha de Jorge Panzera. “Nós estamos aqui porque existe um chamamento diante da nossa democracia, que está sendo ameaçada 24 horas por dia. Tenho certeza de que sua voz será uma voz de resistência na Alepa, Jorge”, disse, ao cantar à capela trechos do hino da Internacional Comunista.

Muito aplaudido na plenária, Jorge Panzera, agradeceu a cada participante que se mobilizou em prol desta etapa que visa organizar os primeiros passos da campanha, rumo a um assento na Alepa. “Com a história que o PCdoB tem, todos os camaradas e companheiros partilham da ideia de retomarmos o mandato estadual do PCdoB, mas ele precisa ser planejado coletivamente para seguirmos com nossas histórias de lutas tão importantes à classe trabalhadora”.

Jorge disse ainda que este pleito não visa eleger apenas candidatos, mas livrar o Brasil de um risco muito sério de seguir retrocedendo às conquistas do povo brasileiros e de deixar de exercer reuniões, debate de ideias e lutas em prol da democracia. “O Brasil está no mapa da fome. São 30 milhões de brasileiros que passam fome e o país está em frangalhos, vivendo a maior inflação em 20 anos. Isto é um risco muito grave. Por isso, a única alternativa era unificar amplos setores e precisamos unificar mais ainda para reverter essa situação. Para isso, precisamos de um mandato firme para construir um projeto melhor para o Pará, que respeite a nossa Amazônia e seus recursos e olhe para 9 milhões de homens e mulheres que constroem a sua vida pelo trabalho”.

Panzera conclamou todos que estão unidos pela sua candidatura a intensificar nos próximos três meses as agendas de conversas com o povo paraense em todas as regiões do estado, a marcar presença na plenária de pré-lançamento da sua candidatura, no próximo dia 28 de maio, e a se preparar para receber o presidente Lula, em junho.

Leny Campelo representou o Comitê Central na plenária informando que esse fim de semana foi o fim de semana do “65” e que também participou da plenária de unificação das entidades União Brasileira de Mulheres (UBM) e da Confederação de Mulheres do Brasil  (CMB), onde a corrente emancipacionista brasileira agora está junta, onde as comunistas do Brasil se unificaram para lutar por um mundo melhor e com igualdade de oportunidades para homens e mulheres.

Também afirmou ser uma satisfação participar da plenária que vai conduzir o projeto do PCdoB para a vitória, reconquistando uma cadeira na Assembleia. “Essa é a necessidade que o PCdoB tem para voltar para Alepa, mas do que isso é garantir um mandato que se comprometa com a lutas dos movimentos sociais e pelo desenvolvimento do nosso estado, que de fato represente os comunistas no parlamento”.

Marcaram presença no encontro o pré-candidato a deputado federal, João de Deus, e as pré-candidatas a deputadas federais, Ellana Silva e Vitória Santos.

Veja abaixo imagens do evento:

(Fotos: Divulgação/Facebook Jorge Panzera)

__
Fonte: PCdoB Pará