PCdoB expressa solidariedade ao povo colombiano

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) divulgou, nesta terça-feira (4), uma “Declaração” de sua Comissão de Relações Internacionais onde manifesta solidariedade ao povo colombiano diante da selvagem repressão promovida pelo governo de extrema-direita de Iván Duque, contra os legítimos e pacíficos protestos populares. Leia a íntegra, abaixo.

Declaração

Nesses primeiros dias de maio de 2021, toda nossa América Latina tem seus olhos voltados para a luta do povo colombiano contra a condução geral e mais especificamente a reforma tributária do Governo de Ivan Duque. A potente e mobilizadora convocação de uma grande Greve Geral e a sequência da absurda violência adotada contra os manifestantes gerou uma grande onda de solidariedade à qual nos somamos.

As cenas que circulam são de agressões, detenções arbitrárias, violência sexual e mortes na casa de duas dezenas de pessoas, mas cujo número ainda não é completamente sabido. O que o governo Duque pretende é descontar em cima dos trabalhadores a maior crise econômica do país das últimas décadas, em grande parte fruto da pandemia de Covid-19.

Já é a terceira vez que este governo tenta uma reforma tributária que preserva os mais ricos e taxa trabalhadores e empresas de pequeno e médio porte. Junto a isso, ainda pretende aumentar em quase 20% os produtos da cesta básica, em um país que conta com mais de 15% de desempregados e uma situação sanitária grave.

A população reagiu e recebeu a militarização das ruas das principais cidades, com autorização expressa aos oficiais para atirar naqueles que se mantiverem nos protestos. Isso diante de uma população que luta por trabalho, renda básica, proteção sanitária e vacina.

Nossa solidariedade vai para os partidos e organizações que organizam a insatisfação popular e dão consequência a ela, tendo alcançado a interrupção da reforma e a queda da equipe econômica de Duque.
Com um abraço fraterno,

Partido Comunista do Brasil
Comissão de Relações Internacionais
Brasília, 04 de maio de 2021.

__

(BL)