PCdoB-CE realiza seminário estadual sobre cultura e direito à cidade

Cultura e direito à cidade será tema do seminário estadual do Partido Comunista do Brasil – PCdoB, no Ceará, que acontecerá no dia 08 de julho, na sede comitê cearense em Fortaleza. Os comunistas tem longa tradição no campo da discussão cultural no pais, em 1922, ano que que o partido foi fundado, artistas e intelectuais ligados a organização comunista participavam do Movimento Modernista, como Tarsila do Amaral, Oswald de Andrade, Di Cavalcanti, Patrícia Galvão.

Na contemporaneidade os comunistas tiveram papel destacado no campo das políticas públicas como é o caso da implementação no país do Cultura Viva e a na transformação deste do programa de governo em política de estado. O PCdoB foi um dos propositor e destacado articulador junto ao outras forças doso segmentos culturais para aprovação Lei Aldir Blanc, qual gerou pela primeira vez a descentralização de recursos da União para os estados e municípios gerando a redução dos impactos na economia da cultura no momento pandêmico. O PCdoB apresentou também o projeto da Lei Aldir Blanc 2 com caráter permanente, o qual foi vetado pelo governo de Bolsonaro, os parlamentares do PCdoB acreditam que é possível derrotar o veto.

O seminário visa conhecer as experiências comunistas no campo institucional e nos movimentos sociais no Ceará. O evento será constituído de mesas temáticas em que a cultura será apresentada a partir do seu caráter transversal. O evento também será transmitido pelo Youtube através do Canal 65.

Programação – 8 de julho

Das 9 às 10h30
Mesa 1 – Gestão cultural e direito à cidade e o papel transversal da Cultura
Objetivo: debater a construção de uma cartografia cultural da cidade, dar visibilidade pública a expressões culturais, individuais e coletivas, a fim de promover o sentimento de pertença a partir do papel simbólico da Cultura.
Painéis:
• Gestão cultural na cidade e seus desafios – Gilvan Paiva
• Experiência do Coletivo Camaradas na comunidade do Gesso – Alexandre Lucas
• Pontos de Cultura no Ceará – Norma Paula
• Povos Ancestrais – a expressão indígena – Cacika Irê

 

Das 10h30 às 12 horas
Mesa 2 – Cultura, conhecimentos e novas tecnologias
Objetivo – Discutir a cultura na sua conexão com a educação, a ciência e a criação artística na era das novas tecnologias.
Composição:, Kelsen Bravos, Carlos Décimo, Mileide Flores, Anízio Melo

 

 

 

 

Das 14 às 15 horas
Mesa 3 – Lançamento do livro: Arte, Política Cultural e Cidadania de Javier Alfaya
Apresentação do livro por Joan Edesson
Palestra com o autor.

 

 

 

 

 

 

Às 15 horas
Mesa 4 – Direito Cultural – Do fomento e das garantias trabalhistas
Objetivo: Discutir a situação dos trabalhadores da Cultura em geral e do artista em especial , que vivem uma insegurança trabalhista, situação exposta no cenário da Covid-19. Lutar por fomento à Cultura, por garantias trabalhistas e por uma aposentadoria especial digna aos artistas e demais trabalhadores da cultura é uma bandeira imprescindível.
Composição: Evaldo Lima, André Brayner, Rosemberg Cariri, Inácio Arruda

 

Às 17 horas
Mesa 5 – Sessão de autógrafos Arte, Política Cultural e Cidadania
Apresentações culturais encerram o Seminário Cultural

 

 

 

 

__

Fonte: PCdoB-CE