Orlando: É preciso descobrir quem deseja destruir nossa democracia

Foto: Michel Jesus

Em entrevista no domingo (21) ao Canal Livre, da TV Bandeirantes, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli revelou que verbas estrangeiras financiaram atos antidemocráticos e de propagação de fake news contra a Suprema Corte.

“Esse inquérito que combate as fake news e os atos antidemocráticos já identificou financiamento estrangeiro internacional a atores que usam as redes sociais para fazer campanhas contra as instituições, em especial o Supremo Tribunal Federal e o Congresso Nacional”, disse.

Segundo o ministro, a prática serve para “desestabilizar a democracia” e não é responsabilidade de um “grupo de malucos”.

“Há uma organização por trás disso, que ataca inclusive a imprensa tradicional e séria. A história do país mostrou ao que isso levou no passado”, afirmou Toffoli.

Para o deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), a informação dada pelo ministro é grave e precisa ser apurada. “É muito grave a informação, revelada pelo ministro Dias Toffoli, de que há financiamento estrangeiro ilegal por trás das redes de disseminação de fake news e ódio político. Já desconfiávamos, agora temos a prova. É preciso descobrir quem deseja destruir nossa democracia e agir”, destacou.

 

 

(PL)