Olívia Santana: Pandemia mostra a urgência da urbanização das favelas

Foto: montagem/PCdoB-BA

A pré-candidata pelo PCdoB a prefeita de Salvador, deputada estadual Olívia Santana (PCdoB), usou as redes sociais para falar sobre a situação das favelas nesta pandemia do novo coronavírus. Para ela, diante do atual quadro de saúde pública, mais do que nunca é preciso ter como prioridade a urbanização das favelas.

“Sem água, esgoto, iluminação pública, pavimentação ou coleta de lixo, a favela sofre com a precarização das suas comunidades e bairros, o que naturalmente propicia maior surgimento de doenças infectocontagiosas e nesse estado de pandemia, uma maior disseminação e mortalidade pela Covid-19 nessas regiões”, escreveu.

Olívia ainda avaliou que a problemática da favelização no espaço da cidade está ligada a segregação urbana e cultural das classes e raças minorizadas da sociedade e revela as consequências das desigualdades socioeconômicas e históricas que demarcam a produção do espaço.

“Habitar zonas irregulares de moradia, casas sem planejamento mínimo, oriundas de invasões e ocupações irregulares, nos terrenos que sobram nas encostas e periferias da cidade, sem nem mesmo possuir a titularidade da posse e propriedade legal das casas e casebres onde vivem, é uma condição desumana e coloca em risco não apenas o indivíduo, mas toda a coletividade”, completou.