Nota do PCdoB sobre o atentado sofrido pelo presidente da Venezuela

Nota do PCdoB sobre o atentado sofrido pelo presidente da Venezuela

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) expressa seu mais firme repúdio ao atentado dirigido contra a vida do presidente da República Bolivariana da Venezuela, Nicolás Maduro Moros, ocorrido neste sábado (4) em Caracas, durante as comemorações de 81 anos da Guarda Nacional Bolivariana e de um ano da Assembleia Nacional Constituinte.

O ataque, que felizmente não atingiu seu nefasto objetivo mas deixou feridos sete membros do governo, desnuda a face antidemocrática e terrorista de parte da oposição venezuelana, que age a serviço de interesses externos.

O chamado “Grupo de Lima”, do qual faz parte o ilegítimo governo brasileiro, transforma a Venezuela em alvo constante de agressões diplomáticas, das quais se alimenta a crise política interna e o recurso a métodos criminosos de oposição política, em total desprezo pela democracia e pelos direitos humanos.

Expressamos nossa solidariedade ao povo venezuelano e ao Governo do Presidente Nicolás Maduro, que em pronunciamento pouco depois do fato renovou seu apelo à paz, e alertamos para a necessidade de diálogo entre os venezuelanos.

Walter Sorrentino

Vice-Presidente Nacional e Secretário de Política e Relações Internacionais do PCdoB

São Paulo, 04 de agosto de 2018