Manuela escreve aos porto-alegrenses nos 248 anos da cidade

Foto: divulgação/arquivo

A ex-parlamentar e pré-candidata a prefeitura de Porto Alegre pelo PCdoB,  Manuela d’Ávila, escreveu uma carta ao povo de Porto Alegre no dia em que a capital gaúcha comemora 248 anos. Na mensagem ela convida à solidariedade e ao apoio ao serviço público.

“Sabemos que o vírus não escolhe nobre ou pobre. Mas as consequências não são as mesmas para todos: os mais pobres sofrerão mais. Num momento como esse, em que fica claro a imprescindibilidade de um bom serviço público, são eles quem mais precisam da atenção do poder público e da solidariedade de todos os cidadãos”, ressalta.

Manuela d’Ávila também falou das medidas que tem tomado para ajudar a população, inclusive no sentido de construir unidade na ação política contra a pandemia.

“Também escrevi ao prefeito (de Porto Alegre, Nelson Marchezan) e ao governador, Eduardo Leite, me colocando a disposição para pensarmos a criação de uma mesa virtual de diálogo entre lideranças e partidos políticos, do movimento social e da sociedade e buscarmos de forma unitária saídas para a crise relacionada ao COVID 19 e suas consequências futuras”, informou.

 

Leia a íntegra da carta:

Carta aos porto-alegrenses,

Hoje nossa cidade completa 248 anos e todos nós porto-alegrenses, de nascimento ou de coração, jamais imaginamos que viveríamos dias como esses que estamos vivendo. A realidade exige que busquemos, todos nós, somar esforços para que Porto Alegre enfrente esse momento tão difícil e, especialmente, para pensar e construir medidas efetivas que ajudem os mais vulneráveis a enfrentar as crises que estamos vivendo.

Sabemos que o vírus não escolhe nobre ou pobre. Mas as consequências não são as mesmas para todos: os mais pobres sofrerão mais. Num momento como esse, em que fica claro a imprescindibilidade de um bom serviço público, são eles quem mais precisam da atenção do poder público e da solidariedade de todos os cidadãos.

Tenho acompanhado com atenção todas as medidas para buscar enfrentar a situação Através do instituto E Se Fosse Você? nos juntamos a esse esforço, seja fazendo campanha de doação de alimentos e produtos de higiene ou na produção de conteúdo de conscientização e esclarecimento.

Também escrevi ao prefeito (de Porto Alegre, Nelson Marchezan) e ao governador, Eduardo Leite, me colocando a disposição para pensarmos a criação de uma mesa virtual de diálogo entre lideranças e partidos políticos, do movimento social e da sociedade e buscarmos de forma unitária saídas para a crise relacionada ao COVID 19 e suas consequências futuras. É hora de nos unirmos, deixando de lado qualquer diferença política que tenhamos.

Além disso, coloco a disposição as minhas redes para enfrentarmos a desinformação e as Fake News sobre o vírus para garantirmos a chegada das informações corretas para as pessoas. O tempo é nossa principal arma. Quebrar a curva de expansão será o desafio das próximas semanas. É hora de agregar. Vamos vencer essa batalha, pelo bem de Porto Alegre, pelo bem de todos.
Feliz aniversário, Porto Alegre!

Um abraço(virtual), Manuela
#POA248anos

 

Também em menção ao aniversário de Porto Alegre, Manuela gravou um vídeo falando dos espaços públicos da cidade, da necessidade de manter-se em casa e do desejo de dias melhores.  Clique para assistir.