Lula: “Falarei pela voz de Fernando Haddad e Manuela d’Ávila”

Foto: Ricardo Stucker

Em carta enviada e lida na manhã desta segunda-feira (13), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva expressa sua determinação em seguir candidato à Presidência da República, e afirmou que, a partir de agora, Fernando Haddad e Manuela d’Ávila serão a sua voz na campanha.

“Acharam que me isolando aqui, me calariam, mas eu falarei pela voz do companheiro Fernando Haddad e da companheira Manuela d’Ávila. Que irão viajar o Brasil dizendo o que estamos propondo para consertar tudo que o golpe desarrumou neste país”, afirmou Lula, candidato a presidente pela coligação entre PT, PCdoB, Pros e PCO.

O ex-presidente voltou a afirmar que a sua prisão sem provas há mais de 120 dias, tem um único objetivo: “Me tirar das eleições presidenciais”.

“Então aproveito essa linha direta com você para mandar um recado ao povo do Ceará. Sou candidato sim à Presidência da República”, salientou Lula, para rebater o discurso da grande mídia que tenta decretar sua inelegibilidade antes mesmo da decisão do Tribunal Superior Eleitoral sobre o assunto.

“Tenho certeza e muita esperança de que podemos reconstruir o Brasil e voltar a ter uma nação soberana. Isso é o que me anima a seguir de cabeça erguida”, enfatizou o ex-presidente em carta enviada ao radialista do Ceará, Luiz Viana.

Confira a íntegra da carta:

Curitiba, 6 de agosto de 2018

Meu caro Luiz Viana,

Como você bem sabe há mais de 120 dias me encarceraram na sede da Polícia Federal em Curitiba sem provas e com um único objetivo: me tirar das eleições presidenciais. Então aproveito essa linha direta com você para mandar um recado ao povo do Ceará. Sou candidato sim à Presidência da República.

Os últimos dias foram de muita angústia e também de vitória. Nosso aliado histórico, o PCdoB, vai conosco nesta que será a eleição mais disputada dos últimos tempos. Acharam que me isolando aqui, me calariam, mas eu falarei pela voz do companheiro Fernando Haddad e da companheira Manuela d’Ávila. Que irão viajar o Brasil dizendo o que estamos propondo para consertar tudo que o golpe desarrumou neste país.

Espero estar em breve no Ceará, com meu amigo Camilo Santana, e no seu programa em uma nova entrevista assim que a justiça for feita e eu deixe de ser um preso político.

Tenho certeza e muita esperança de que podemos reconstruir o Brasil e voltar a ter uma nação soberana. Isso é o que me anima a seguir de cabeça erguida.

Um abraço fraterno,

Luiz Inácio Lula da Silva