Lideranças do PCdoB lamentam falecimento de Sérgio Rubens

Foto: arquivo

A perda do vice-presidente e membro do núcleo dirigente do PCdoB, Sérgio Rubens de Araújo Torres neste domingo (5), vítima de uma parada cardíaca, deixou consternadas a direção e a militância comunistas. Lideranças do partido se manifestaram pelas redes sociais diante da perda do dirigente, oriundo do PPL, “expoente e liderança de primeira grandeza de uma corrente política patriótica, revolucionária e marxista”, como assinalou a presidenta nacional e vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos.

“Lamento com profundo pesar a triste notícia do falecimento de Sérgio Rubens, vice-presidente nacional do PCdoB. A memória dos lutadores socialistas guardará sua trajetória profissional, que deixa um importante legado. Nesse momento de dor e consternação, manifesto minha solidariedade aos familiares, amigos e admiradores desta notável figura humana nos inspirou em vida”, declarou o deputado federal Daniel Almeida (PCdoB-BA).

A deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) destacou: “O Brasil perdeu Sérgio Rubens de Araújo Torres, vice-presidente do PCdoB, neste 5 de dezembro de 2021. Grande revolucionário, ele dedicou a vida à luta pela pátria e pelo povo na liderança do MR-8, PPL e do Partido Comunista. Sérgio Rubens, honraremos seu exemplo e legado!”.

Orlando Silva, deputado federal do PCdoB-SP, salientou: “Devastado com a perda do camarada Sérgio Rubens! Conheci pessoalmente faz pouco, mas tivemos profunda identidade. Dirigente revolucionário forjado na resistência democrática contra a ditadura militar, cumpriu tarefas estratégicas no MR-8, PPL e PCdoB. Sérgio Rubens presente!”.

Durante sessão do Parlasul (Parlamento do Mercosul), ocorrida nesta segunda-feira (6), a deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB-AC) destacou: “Quando perdemos um dirigente, revolucionário, da estatura elevada de Sérgio Rubens, perdemos todos nós, os democratas, que nunca desistem de lutar por uma pátria melhor, uma Pátria Livre da fome, uma Pátria Livre da miséria. Sérgio foi um lutador, um defensor das causas do povo. Um grande brasileiro, com uma trajetória de décadas de militância e liderança”.

A deputada federal Alice Portugal (PCdoB-BA), colocou: “Com muita tristeza recebi a notícia do falecimento de Sérgio Rubens de Araujo, vice-presidente do PCdoB. Um revolucionário e amante das artes, defendia a cultura como ferramenta da liberdade e transformação social para o país. O nosso partido está de luto, mas seguiremos resisitindo e honrando o seu legado. Rubens, presente!”.

Professora Marcivânia, deputada federal do PCdoB-AP, lembrou Bertolt Brecht: “‘Há homens que lutam um dia e são bons, há outros que lutam um ano e são melhores, há os que lutam muitos anos e são muito bons. Mas há os que lutam toda a vida e estes são imprescindíveis’. Vá em paz, camarada. Daqui honraremos com muita dedicação o seu legado inspirador”.

Deputado federal Rubens Pereira Jr (PCdoB-MA), também usou as redes sociais nesta manhã para lamentar a morte do dirigente. “Triste perda. Hj nos despedimos do vice-presidente do PCdoB, amigo Sérgio Rubens, publicou. “Integridade e coerência política sempre marcaram seu legado, que será honrado por todos nós que o conhecemos. Minha solidariedade aos amigos e familiares nesse momento de luto. Descanse em paz”.

Márcio Jerry, deputado federal licenciado e secretário de Cidades e Desenvolvimento Urbano do Maranhão, declarou: “O Brasil perdeu hoje um grande patriota, um exemplar revolucionário. Viva Sérgio Rubens, para sempre em nossa história”.

Perda dolorosa

O secretário nacional de Comunicação do PCdoB, Adalberto Monteiro, também se manifestou sobre a perda de Sérgio Rubens: “Quando uma grande árvore tomba se abre um vazio no cenário da vida. Sérgio era liderança histórica do MR-8 e de seu sucedâneo o Partido Pátria Livre. Juntemos energias e talentos para honrar o legado revolucionário desse grande brasileiro. Nossos sentimentos aos familiares e camaradas que com ele, por décadas, escreveram páginas de glória da história de nossa pátria. Vossas lágrimas são nossas lágrimas”.

Da mesma forma, o secretário nacional Sindical e dirigente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) usou as redes sociais para lamentar o falecimento do colega. “Perdemos nesta madrugada o nosso grande camarada Sérgio Rubens, vice-presidente nacional do PCdoB, líder histórico do MR-8 e do PPL. Sérgio não resistiu a um aneurisma seguido de complicações cardíacas. Em 21 de outubro, há pouco mais de um mês, ele esteve na CTB e apresentou um projeto de formação política para trabalhadores focado em filmes clássicos de temática classista. Nossos profundos sentimentos. Sérgio Rubens, presente!”, publicou.

O secretário estadual de Saúde do Espírito Santo, Nésio Fernandes, colocou: “Uma dolorosa perda aos patriotas e aos comunistas. Ouvia suas intervenções com atenção, sempre carregavam sabedoria e um peso de autoridade histórica ímpar. Recebi muita atenção e generosidade deste grande brasileiro. Camarada Sérgio Rubens! Presente! Pátria Livre! Venceremos!”.

A deputada estadual (PCdoB-BA), Olívia Santana, em mensagem no Twitter lamentou a perda do camarada. “Com tristeza recebo a notícia da morte do vice-presidente nacional do PCdoB, Sérgio Rubens de Araújo. Manifesto minha solidariedade à família, aos amigos e a todas as pessoas que de alguma forma foram tocadas pelas suas ações em prol de mudanças sociais para o nosso país”.

A jornalista e ex-deputada Manuela d’Ávila declarou: “Que tristeza a partida de Sérgio Rubens. Dirigente histórico do MR8, vice-presidente do PCdoB, apaixonado pelo cinema, delicado no trato. Sua luta nos inspira a seguir!”.

A presidenta da UNE, Bruna Brelaz comentou sobre o falecimento do dirigente em suas redes sociais. Ela descreveu Sérgio Rubens como “grande liderança, revolucionário e marxista, teve uma trajetória brilhante de muito compromisso e dedicação ao nosso país” e se solidarizou com a família.

 

Leia também:

PCdoB e o Brasil perdem Sérgio Rubens

Sérgio Rubens: a vida dedicada ao Brasil, à humanidade e à revolução

 

Por Priscila Lobregatte

e Eliz Brandão

(Atualizada às 18h52 para inclusão de informação)