Jovem Pan “recontrata” comentarista da saudação nazista

O comentarista da Jovem Pan e ex-BBB, Adrilles Jorge

(Reprodução/Internet)

O comentarista e ex-BBB Adrilles Jorge, que foi afastado da Jovem Pan depois de fazer uma saudação nazista enquanto comentava o assunto, voltará a participar dos programas da emissora na segunda-feira (28), depois de 43 dias.

No dia 8 de fevereiro, no encerramento de um programa na Jovem Pan, Adrilles Jorge imitou a saudação nazista “sig heil”, levantando o braço como faziam os nazistas para saudar Adolf Hitler.

No dia seguinte, a Jovem Pan comunicou que tinha demitido Adrilles, mas isso nunca aconteceu. Segundo apuração do Notícias da TV, ele continuou recebendo seu salário.

Ao invés de demitir Adrilles por ter feito apologia ao nazismo, a Jovem Pan concedeu férias remuneradas.

Adrilles Jorge passará a participar do programa Morning Show, tendo sua primeira participação na segunda-feira (28).

Segundo a coluna Gente, do IG, o descontentamento entre os apresentadores do Morning Show é grande com a volta do comentarista. Ainda de acordo com a coluna, o  clima de revolta “é gigante”. “Embora ninguém diga oficialmente, não há sequer um apresentador do matinal da Jovem Pan feliz com a recontratação de Adrilles Jorge”, diz. Adrilles é amigo do dono da emissora e, apesar da insatisfação, ninguém externa sua contrariedade.

Além da insatisfação com a saudação nazista, o ex-BBB causa repulsa em seus colegas por ser desrespeitoso ao vivo, interromper colegas e convidados e gritar sem necessidade.

No programa em que Adrilles fez a saudação nazista, estava sendo debatido o caso envolvendo Bruno Aiub, conhecido como Monark, que defendeu a criação de um partido nazista no Brasil e foi afastado do Flow Podcast. Sendo dono, Monark também teve que vender sua parte da empresa.

Adrilles Jorge, bolsonarista de carteirinha, defendeu Monark e que uma organização nazista “seja absolutamente liberada, como partidos organizados”. Logo em seguida, fez o “sig heil”.

William Travassos, que encerrava o programa, chegou a falar, ao vivo, que aquilo era “surreal”.

Na época, a Jovem Pan lançou um comunicado dizendo que “repudia qualquer manifestação em defesa do nazismo e suas ideias. Somos veementemente contra a perseguição a qualquer grupo por questões étnicas, religiosas, raciais ou sexuais”.

A apologia ao nazismo de Adrilles Jorge foi rechaçada por vários setores da sociedade brasileira.

A Confederação Israelita do Brasil (Conib) condenou “estarrecida o gesto repugnante de saudação nazista feito pelo apresentador Adrilles Jorge em programa da Jovem Pan. O nazismo propaga uma visão de mundo racista, antissemita e totalitária, que causou a morte de 6 milhões de judeus e minorias como homossexuais, negros, ciganos e outras, e detonou uma guerra mundial catastrófica para a humanidade”.

Bruno Aiub, o Monark, anunciou pelas redes sociais que iria voltar a realizar trabalhos pela internet e chamou o tempo desde que foi expulso do Flow Podcast de “férias”.

“Minhas férias acabaram, se preparem que eu to de volta, agora com mais liberdade do que nunca!”, disse.