Flávio Dino: “Isolamento vertical é invenção inexequível no Brasil”

Foto: reprodução

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), afirmou nesta sexta-feira (27) que a recomendação do presidente da República, Jair Bolsonaro, de que apenas idosos deveriam ser isolados, o chamado “isolamento vertical” é “uma invenção inexequível no Brasil”.

Flávio Dino ponderou que a questão é a realidade das casas do país, compartilhadas por pessoas de várias idades. “Nem a classe média consegue [isolar os idosos]. A não ser que Bolsonaro esteja pensando em colocar idosos e pessoas mais frágeis em campos de concentração. Não me surpreenderia”, afirmou.

Na opinião do chefe do Executivo do Maranhão, como o “isolamento vertical” é impossível, há duas possibilidades. A primeira é a ordem em seu estado: “medidas preventivas baseadas na prudência e nas orientações dos profissionais de saúde”.

A outra possibilidade seria “liberar geral e assumir o risco da morte de milhares de pessoas em nome da “economia””, registrou, denunciando a posição que vem sendo defendida por Bolsonaro.

Flávio Dino também falou das medidas econômicas que precisam ser tomadas: “a real agenda econômica, debatida em TODOS os países do mundo (até pelo governo de Trump, nos Estados Unidos), é como compatibilizar o combate ao coronavírus com a proteção às empresas e aos empregos. No mundo inteiro, só Bolsonaro quer o caos, enquanto faz “piadas” de esgoto”, escreveu o governador nas redes sociais.