Flávio Dino denuncia “campanha difamatória” contra seu governo

Foto: Cadu Gomes

Por meio das redes sociais, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), denunciou nesta sexta-feira (21) insistente “campanha difamatória” que cria uma suposta ligação entre ele e chineses. Dino ressalta que até responsabilidade sobre obras realizadas antes de sua gestão estão sendo creditadas a ele.

Ele escreveu: “Insistem em uma campanha difamatória contra mim por fictícia ligação com chineses. E dizem que sou responsável até por obras que aconteceram em décadas passadas. É realmente a “esquerda” que a direita gosta, financiada com “grana” oriunda dos Estados Unidos.”

Mais tarde, o governador voltou às redes sociais para “tirar dúvidas” com relação a obras e a necessidade de reintegração de posse no Maranhão.

Ele explica que as reportagens que vem sendo publicadas “misturam casos diferentes, em regiões diferentes, para passar a ideia de que são milhares de indígenas e quilombolas perseguidos por “chineses”. Misturam portos, ferrovias, linhas de energia em locais diferentes e que não tem nada a ver com “chineses””, declarou.

Flávio Dino lembra que, como governador, não tem “poderes para impedir projetos privados ou para descumprir decisões judiciais.” Adiciona que “como é um projeto privado, quem paga indenizações é a empresa, não o governo”.

Sustenta que sua indignação “deriva do fato de não termos sido ouvidos sobre tantas acusações diferentes e se recusaram até a publicar nota do governo”, o que ele classifica como “um absurdo”.

Ele destaca, também, que o governo do Maranhão “mantém ampla e respeitosa relação com os movimentos sociais do campo e com as lideranças indígenas”.

O governador conclui informando que todas estas informações já haviam sido prestadas e que ele permanece à disposição.

Apoio

Na última quinta-feira (20), o PCdoB divulgou nota em que faz defesa enfática do governador Flávio Dino. No documento, assinado pela presidenta nacional da legenda, Luciana Santos, a legenda reage a informações falsas ou distorcidas publicadas pela imprensa e a ataques da direita contra a gestão de Flávio Dino.

Finalmente, o partido conclama as forças democráticas a defenderem as conquistas que vem sendo implementadas pelo Governo do Maranhão.

Leia a íntegra:

POR QUE ATACAM O GOVERNO DO MARANHÃO?

O governo do Maranhão dá exemplo ao Brasil. Liderado pelo governador Flávio Dino, vem provando que é possível recolocar o país no rumo do desenvolvimento com justiça social.
O Maranhão possui hoje o maior salário de professor do Brasil. Já construiu ou reformou mais de 800 escolas. Seu PIB cresceu 5,3% em 2017 (último dado do IBGE), o quarto maior crescimento do país.

Estas conquistas consagram a vitória de uma política de frente ampla. Não por acaso o governo foi alvo de ataques nos últimos dias.

A direita tenta colar na experiência exitosa a pecha da irresponsabilidade fiscal, como fez a revista Veja.

No outro extremo, matéria publicada pelo site The Intercept cria ficções sobre investimentos privados chineses no Maranhão. A reportagem distorce, mistura fatos e finge ignorar que as 7 pessoas atingidas por ordens judiciais não foram retiradas de suas casas por decisão do governador e sim do Poder Judiciário, em processo do qual o Estado não participa.

Que interesses financiam os insistentes ataques aos investimentos chineses no Brasil?

Interesses dos Estados Unidos ou de outro país justificam tanta agressividade?

Tudo isso ocorre no momento em que o autoritarismo bolsonarista reforça seus ataques contra governos progressistas. O que exige muita seriedade e união ampla para conter tal ofensiva.
Defender o governo do Maranhão é tarefa de todos os democratas.

Recife, 20 de fevereiro de 2020

Luciana Santos
Presidenta nacional do PCdoB